WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




(74) 99106-4031

agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


Após apresentar sintomas, Bolsonaro testa positivo para coronavírus

Depois de apresentar febre de 38 graus e dor no corpo, Jair Bolsonaro informou que testou positivo para o coronavírus. O resultado do exame foi divulgado nesta terça-feira (7)

Jair Bolsonaro testou positivo para o coronavírus, após o resultado do exame ser divulgado nesta terça-feira (7).

Ele disse que havia apresentado febre de 38 graus e já estava se medicando com a cloroquina, medicamento ainda sem comprovação científica.

Bolsonaro também havia dito à CNN que fez uma ressonância magnética dos pulmões no Hospital das Forças Armadas, em Brasília (DF). Segundo ele, não foram detectados problemas respiratórios.

Após tomar a segunda dose do remédio, ele disse que estava se sentindo bem. “A febre baixou e estou me sentindo muito bem. Estou afim de trabalhar, estou me sentindo bem, tenho obra para inaugurar no país”, afirmou.

No mês passado, Bolsonaro voltou a subestimar a Covid-19, ao afirmar que “talvez tenha havido um pouco de exagero” na maneira como a pandemia foi tratada. Também chegou a classificá-la como uma gripezinha”, em março, e perguntou “e daí?” ao ser questionado sobre os cinco mil mortos pela doença, em abril.

Fonte: 247

Band informa que Bolsonaro testou positivo para o coronavírus e matéria sai do ar

“Após o primeiro teste positivo, o presidente foi submetido a um novo exame no Hospital das Forças Armadas para confirmar, sem sombra de dúvida, que contraiu de fato a doença”, escreveu a emissora nas redes sociais

Revista Fórum – Após o presidente Jair Bolsonaro informar que está com febre de 38 graus e suspeitas de ter sido infectado pela Covid-19, a Bandeirantes informou que o capitão da reserva testou positivo para o coronavírus.

À CNN Brasil, Bolsonaro disse que realizou o teste e que o resultado sai na terça-feira (7). Segundo a Bandeirantes, no entanto, “após o primeiro teste positivo, o presidente foi submetido a um novo exame no Hospital das Forças Armadas para confirmar, sem sombra de dúvida, que contraiu de fato a doença”.

A matéria que traria detalhes sobre o teste positivo de Bolsonaro, entretanto, foi retirada do ar. Já as postagens da emissora que contêm a informação permanecem disponíveis.

PF quer ouvir Bolsonaro em inquérito de interferência na corporação

Em documento enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Polícia Federal afirma que é necessário ouvir o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no inquérito sobre a acusação do ex-ministro Sergio Moro de que Bolsonaro tentou interferir na corporação.

“Para a adequada instrução das investigações, mostra-se necessária a realização da oitiva do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro a respeito dos fatos apurados”, afirmou a PF, segundo a TV Globo.

Nesta sexta (29), a PF, através da delegada Christiane Correa Machado, pediu ao STF mais 30 dias para a apuração do inquérito.

Após o pedido de Machado, o relator do inquérito no STF, Celso de Mello, fez a requisição para que o procurador-geral da República, Augusto Aras, se manifeste sobre o assunto.

O inquérito foi aberto a pedido do próprio Aras, em razão das declarações dadas pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Ele deixou o governo acusando Bolsonaro de interferência na PF ao substituir o então diretor-geral da corporação, Maurício Valeixo, e cobrar uma troca no comando da superintendência do órgão no Rio de Janeiro.

Fonte: Yahoo Notícias

Nas últimas 24 horas Juazeiro registrou mais 60 novos casos de infecção pelo coronavírus, dois óbitos e 22 curas

Nesta terça-feira (30), a Secretaria da Saúde em Juazeiro confirmou mais 60 casos de pacientes com a Covid-19 na cidade. Com este dado chega a 699 o número de pacientes positivos para a doença. Do total de casos confirmados, dois são profissionais de saúde e um da área de segurança. Das confirmações, 58 resultados foram obtidos por teste rápido e dois pelo Laboratório Central (LACEN) de Salvador. Os pacientes têm idades entre 4 e 86 anos.

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Fora os dois óbitos, os demais pacientes estão em isolamento domiciliar, sem gravidade e sendo acompanhados pelas equipes de saúde do município. Juazeiro registra também 22 pacientes recuperados da Covid-19, contabilizando agora 223 curas clínicas na cidade.

Sobre os óbitos, a SESAU informa que os pacientes são do sexo masculino, um tinha 67 anos e como comorbidade apresentava doença cardíaca e diabetes. O outro paciente tinha 69 anos, era hipertenso e diabético. Ambos estavam internados na UTI do Hospital Regional de Juazeiro. Com este registro, Juazeiro chega a 28 óbitos decorrentes da Covid-9.

Dos 699 casos confirmados, 382 são do sexo feminino, 317 do sexo masculino e deste quantitativo, 73 são profissionais de saúde. A Secretaria ressalta que tem 415 pessoas em isolamento domiciliar, 33 pacientes internados sendo 16 em leitos de UTI e 17 em leitos intermediários, estes em unidades hospitalares pertencentes à rede PEBA e também na UPA da cidade, unidade referência para Covid-19 aos juazeirenses.

Nesta atualização há o registro de 4.808 notificações sendo que 4.038 exames já foram descartados por testarem negativo e outros 71 estão aguardando resultado ou coleta.

Fonte: Blog Waldiney Passos

Itiúba: Barreira Sanitária ajuda a interceptar carreta roubada

A Polícia Milita interceptou na manhã desta sexta – feira uma carreta que transportava soja que havia sido roubada no Município de Itaberaba.

Após o furto, a PM foi acionada e alertou as equipes que atuam nas barreiras Sanitárias da região. O veículo foi identificado na barreira do Cactus em Itiúba que informou a Companhia de Polícia Serra Brava sobre o horário em que o veículo passou pelo Município. Ao chegar na barreira de Euclides da Cunha o condutor foi apreendido pela equipe da CETO.

Observação: Na informação anterior dissemos que o veículo teria sido roubado em Capim Grosso e que a apreensão havia sido feita em Itiúba, porém o roubo ocorreu em Itaberaba e a apreensão ocorreu na cidade de Euclides da Cunha.

Fonte: Cidade em Notícias

Covid-19: Sr. do Bonfim mantém 120 monitorados, 70 pacientes já estão recuperados

No município de Senhor do Bonfim, centro norte da Bahia, já foram confirmados 140 casos de Covid 19. No entanto, já foram recuperados 70 pacientes. Sendo que 120 ainda estão sendo monitorados.

Fonte: Bonfim Notícias

 

Reportagem especial revela papel do FBI na Lava Jato

A Agência Pública e o The Intercept Brasil anunciam para esta quarta-feira, 1º de julho, um lote de revelações bombásticas sobre a Lava Jato. Segundo os veículos, diálogos vazados mostram intimidade entre a Polícia Federal e o FBI durante as investigações da operação conduzida formalmente por Deltan Dallagnol

Sergio Moro na Vaza Jato (Foto: Reprodução TIB)

O The Intercept Brasil em parceria com a Agência Pública anunciam para esta quarta-feira, primeiro de julho, novas revelações sobre a Lava Jato. Os sites dizem que a operação e o FBI tiveram proximidade durante ações da força-tarefa.

O tuíte da Agência Pública sugere o impacto da reportagem, ainda inédita: “coloca o relógio para despertar bem cedo porque amanhã tem bomba da Agência Pública em parceria com o @TheInterceptBr: diálogos vazados mostram proximidade entre Polícia Federal e FBI na investigação da Lava-Jato.”

https://twitter.com/agenciapublica/status/1278101008779001859/photo/1

 

Aras quer acesso a todas as investigações sobre corrupção no Brasil

O Procurador Geral da República, Augusto Aras, quer obter superpoderes, ao buscar a centralização de ações que hoje são realizadas de maneira autônoma pelas forças-tarefas. Ele pretende obter apoio do Congresso e do Supremo, que se opõem aos excessos da Lava Jato, e reforçar laços com Bolsonaro, em guerra com seu ex-ministro da Justiça, Sergio Moro. Polícia Federal e procuradores temem que o PGR detenha esses superpoderes

Procurador-geral da República, Augusto Aras (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O procurador geral da República, Augusto Aras, quer aprovar no Conselho Superior do MPF projeto que cria uma chamada Unidade Nacional de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado.

Essa Unidade, sob comando de Aras, teria acesso aos bancos de dados de todas as investigações em curso na corporação, o que daria superpoderes ao procurador-geral. Por isso está sendo questionada internamente pela corporação.

Segundo o jornal Valor Econômico, o anteprojeto é de autoria de dois procuradores federais, José Adonis Callou de Araújo Sá e Hindemburgo Chateubriand Filho, sendo este último muito próximo do PGR.

O anteprojeto enfrenta resistências não apenas dos integrantes das forças-tarefas como da Associação Nacional de Procuradores da República (ANPR).

O texto é contestado com o argumento de que muitas das informações à disposição dos procuradores, como quebras de sigilo bancário e telefônico, além das operações de busca e apreensão, são obtidas por meio de autorizações judiciais relativas a casos específicos. Ao serem compartilhadas na PGR, essas informações se prestariam a usos não chancelados pelo judiciário.

O interesse de Aras na centralização de informações, expresso tanto nos ofícios enviados recentemente às forças-tarefas quanto no anteprojeto, tem sido relacionado à atuação da Lava-Jato de Curitiba e, mais especificamente, ao desempenho do ex-juiz da operação e ex-ministro da Justiça, Sergio Moro.

De acordo com procuradores, Aras busca angariar apoio tanto do Congresso quanto do Supremo em relação a uma operação cujos excessos se tornaram consensuais, e, principalmente do presidente da República, em guerra com o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro.

Há um temor adicional: o de que Aras esteja mirando a Lava-Jato no Rio de Janeiro para satisfazer o interesse do governo Bolsonaro em controlar as investigações relativas ao seu clã.

Caso Queiroz mostra que Wassef pode ter relação com milícia e fuga do ex-capitão Adriano da Nóbrega

As investigações sobre o caso Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, podem evidenciar também ligações do advogado Frederick Wasseff com o caso do ex-policial militar Adriano da Nóbrega, morto em fevereiro

A operação Anjo e as declarações recentes de Frederick Wasseff, advogado do clã Bolsonaro e até a prisão de Queiroz frequentador assíduo dos palácios do Planalto e da Alvorada, levantaram suspeita sobre sua atuação no sumiço do ex-PM Adriano da Nóbrega, morto na Bahia em fevereiro em ação policial.

A diferença o sumiço de Adriano com o caso Queiroz é que contra Adriano havia um pedido de prisão em aberto e, portanto, um ato para escondê-lo poderia vir a configurar crime de favorecimento pessoal, indica o Painel da Folha de S.Paulo.

No pedido de prisão de Queiroz, o MP-RJ chegou a afirmar que Adriano iria organizar um plano de fuga para toda a família do ex-assessor de Flávio.

Wassef tem negado irregularidades. Em entrevista à revista Veja ele admitiu que abrigou Queiroz sob a justificativa de que havia um plano para matá-lo.

Economia só retornará aos níveis do governo Dilma em 2024

A agenda implantada no Brasil após o golpe contra Dilma baseada no corte de direitos, no entreguismo e agravada pelo coronavírus não fará o País voltar aos níveis de 2014 antes de 2024. Segundo Armando Castelar, coordenador de Economia Aplicada da FGV, “há muita incerteza, estamos prevendo que a taxa de desemprego deve subir para 18,7%”

(Foto: Reuters | FIESP | 247)

Com uma agenda baseada no congelamento de investimentos, cortes de direitos e entrega de setores estratégicos para estrangeiros agravada pela pandemia coronavírus, o Brasil não voltará aos níveis de 2014 antes de 2024. Segundo Armando Castelar, coordenador de Economia Aplicada da Fundação Getulio Vargas, “crescemos pouco em 2017, 2018 e 2019. A recessão do coronavírus veio com o PIB abaixo do que tinha sido em 2014”.

“Com essa queda adicional, a recuperação total que viria em 2021 ficou para 2024. Há muita incerteza, estamos prevendo que a taxa de desemprego deve subir para 18,7%, cinco percentuais acima do que foi no pico da recessão de 2015, de 13,7%. O que fazer com esse mundo de desempregados. Há um esgarçamento do tecido social não trivial. Significa uma explosão de informalidade no país, é um de fato”, acrescentou ele durante entrevista ao jornal O Globo.

Questionado se a recuperação pode ser abortada em uma eventual intensificação da pandemia, o economista afirmou que, provavelmente, “não volta a fechar tudo como foi em março e abril”. “Não há condições políticas, há pressão do empresariado, do próprio presidente da República, mas é claro que, com os casos aumentando as pessoas ficam em casa. Uma recuperação da recessão anterior só em 2024”.

Até o mês de maio foram destruídos 7,8 milhões de empregos no Brasil, informou nesta terça-feira (30) o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O mês de maio fechou com taxa de desemprego de 12,9%.

Coronavírus

A agenda neoliberal é agravada pela pandemia do coronavírus. O Brasil ocupa a segunda posição no ranking global de confirmações (1,3 milhão) e mortes (58,3 mil), de acordo com dados da plataforma Worldometers. Em primeiro lugar estão os Estados Unidos, com 2,6 milhões de casos e 128 mil óbitos.

Além dos números preocupantes sobre a economia e a Covid-19 no Brasil, a ex-presidente do Chile Michelle Bachelet, alta comissária da Organização das Nações Unidas (ONU) para os direitos humanos, criticoua posição do governo Jair Bolsonaro sobre a pandemia. “Preocupa-me que declarações que negam a realidade do contágio viral”, disse.

No último dia 22, Bolsonaro voltou a subestimar o coronavírus e disse que “talvez tenha havido um pouco de exagero” na maneira como a pandemia foi tratada.

Não foi a primeira declaração no sentido de amenizar os efeitos da Covid-19. Em março, ele classificou a doença como uma “gripezinha”, durante pronunciamento em cadeia nacional. Em abril, Bolsonaro perguntou “e daí?”, ao ser questionado quando o Brasil atingiu a marca dos 5 mil mortos pelo coronavírus.

Fonte: 247



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia