WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom bahia

secom bahia

embasa


(74) 99106-4031

junho 2022
D S T Q Q S S
« maio    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


:: ‘Brasil’

Governo confirma indicação de Landim, presidente do Flamengo, para o comando do conselho da Petrobrás

Presidente do Flamengo, Rodolfo Landim (Foto: Divulgação)

Fato relevante foi enviado à Comissão de Valores Mobiliários

Agência Brasil – O governo indicou o nome de Rodolfo Landim, atual presidente do Flamengo, para presidir o Conselho de Administração da Petrobras. O anúncio foi feito neste sábado (5) à noite, por meio de fato relevante enviado pela estatal à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

“A Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras informa que recebeu ofício do Ministério de Minas e Energia com oito indicações para o Conselho de Administração e quatro indicações para o Conselho Fiscal da Companhia, e ofício da Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Economia com duas indicações para o Conselho Fiscal da Companhia, para deliberação na Assembleia Geral Ordinária de 13 de abril de 2022”, informou a estatal.

O nome de Landim vem logo no topo da lista, com os demais nomes indicados. Em seguida, é publicado um currículo de cada candidato: “O Sr. Luiz Rodolfo Landim Machado é graduado em engenharia civil com especialização em obras hidráulicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1979), com pós-graduação em engenharia de petróleo pela Petrobras (1980) e pela Universidade de Alberta (1985) e em administração de negócios pela Universidade de Harvard (1994)”.

Landim ingressou na Petrobras em 1980, onde trabalhou por 26 anos e ocupou diversas funções gerenciais na área de Exploração & Produção, incluindo superintendente de Produção da Região de Produção do Nordeste, superintendente do Distrito de Produção da Área Norte, gerente geral de Exploração e Produção da Bacia de Campos e gerente executivo de Exploração e Produção das regiões Sul e Sudeste.

Entre 2000 e 2003, foi presidente da Gaspetro, responsável pelas participações societárias da Petrobras nas companhias de transporte e distribuição de gás natural. Entre 2003 e 2006 foi presidente da Petrobras Distribuidora S.A. – BR.

Após sair da Petrobras, atuou como diretor geral da MMX Mineração e Metálicos S.A. (2006 a 2008), fundador e posteriormente CEO da OGX Petróleo e Gás Participações S.A. (2008 a 2009) e CEO da OSX Brasil S.A. (2009-2010).

247

Petróleo dispara e sobe 10% após anúncio de sanções sobre venda de óleo russo

Barril do petróleo (Foto: Reuters)

Choque de preços pode arrasar a economia mundial, trazendo a perspectiva de mais inflação

SYDNEY (Reuters) – Os preços do petróleo dispararam mais de 10% em negociações agitadas nesta segunda-feira, com o risco de uma proibição dos EUA e da Europa ao produto russo e atrasos nas negociações iranianas desencadeando o que está se configurando como um grande choque estagflacionário para os mercados mundiais. .

O euro ampliou sua queda e commodities de todos os tipos estavam em alta, já que o conflito Rússia-Ucrânia não mostrava sinais de esfriamento. A Rússia chama a campanha lançada em 24 de fevereiro de “operação militar especial”, dizendo que não tem planos de ocupar a Ucrânia.

O Brent foi cotado US$ 12,73 mais alto, a US$ 130,84, enquanto o petróleo dos EUA subiu US$ 9,92, para US$ 125,60.

Tendo subido 21% na semana passada, o petróleo Brent foi ainda mais energizado pelo risco de uma proibição do petróleo russo pelos Estados Unidos e pela Europa. “Se o Ocidente cortar a maior parte das exportações de energia da Rússia, seria um grande choque para os mercados globais”, disse o economista-chefe do BofA, Ethan Harris.

Ele estima que a perda dos 5 milhões de barris da Rússia pode fazer os preços do petróleo dobrarem para US$ 200 o barril e reduzir o crescimento econômico globalmente.

247

Alckmin pode definir filiação ao PSB na segunda-feira

Cotado para vice de Lula, Geraldo Alckmin se reúne com dirigente do PSB para definir seu destino

Revista Fórum – O ex-governador Geraldo Alckmin, cotado para ocupar a posição de vice na chapa do ex-presidente Lula (PT) nas eleições de outubro, deve finalmente definir o seu destino partidário na segunda-feira (7). Alckmin se reúne com o presidente do PSB, Carlos Siqueira, durante a manhã para possivelmente selar sua ida à legenda.

Além de Siqueira, estarão presentes no café da manhã o ex-governador Márcio França, pré-candidato do PSB ao governo de São Paulo, e o prefeito de Recife, João Campos.

“Se o ex-governador Geraldo Alckmin realmente resolver se filiar ao PSB, estará dando um passo importante e estratégico no sentido de configurar o que nós consideramos uma frente ampla da esquerda com o centro para as eleições deste ano”, afirmou Siqueira ao portal Socialismo Criativo.

247

Tropas russas cercam Kiev e pedem renúncia de Zelensky; explosões são registradas (vídeos)

Posto do Serviço de Guarda de Fronteira do Estado ucraniano danificado por bombardeios na região de Kiev (Foto: Reuters)

Soldados russos já operam na cidade. Os russos afirmaram que estão dispostos a negociar

247 – A capital da Ucrânia, Kiev, está cercada pelas tropas russas, que começaram uma operação militar na quinta-feira, 24, para destruir as instalações militares ucranianas e derrotar o governo de Volodomyr Zelensky, apoiado pelos Estados Unidos. Soldados russos já operam na cidade, segundo a Folha de S.Paulo.

Eles estão avançando por duas rotas no norte e pelo menos uma no leste da capital. O prefeito da capital ucraniana, Vitali Klitschko, afirmou que cinco explosões já foram ouvidas perto de uma estação de energia na cidade, por entre três e cinco minutos.

O Serviço Estatal de Comunicações Especiais da Ucrânia disse que os confrontos estão em andamento em um subúrbio no leste de Kiev. As forças armadas ucranianas relataram intensos combates em torno de Vasylkiv, uma cidade localizada a cerca de 29 quilômetros ao sul da capital.

Os russos querem a renúncia de Zelensky, mas já afirmaram que estão dispostos a negociar, como apontou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov. Durante esta sexta-feira, 25, o governo ucraniano buscou evitar negociações, mobilizando tropas neonazistas para lutar contra os russos.

Mais cedo, em vídeo publicado nas redes sociais, Zelensky afirmou que a madrugada será difícil. “O inimigo usará todas as forças disponíveis para quebrar a resistência dos ucranianos. temos que nos manter firmes”, disse.

Negociações

Agora, o porta-voz do governo, Sergiy Nikiforov, destacou que o presidente ucraniano está pronto para começar a negociar um cessar-fogo com a Rússia. “As partes estão se consultando sobre o local e o momento do processo de negociação”, afirmou em postagem no Facebook.

Zelensky havia sugerido anteriormente a capital polonesa de Varsóvia como um local para as negociações em vez da proposta de Minsk de Moscou, mas “desapareceu” logo depois, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

O governo da Ucrânia pediu ao primeiro-ministro israelense Naftali Bennett que sediasse e ajudasse a mediar as negociações entre os países, disse o embaixador da Ucrânia em Israel, Yevgen Korniychuk à CNN.

“Nosso presidente acredita que Israel é o único Estado democrático que tem grandes relações com a Rússia e a Ucrânia e que poderia ser usado para facilitar essas negociações”, disse. Ele defendeu que Jerusalém é preferível a Minsk, pois a Bielorrússia é uma aliada próxima da Rússia, e a Ucrânia não “acredita na legitimidade” do atual presidente Alexander Lukashenko.

O governo da Hungria, do primeiro-ministro Viktor Orban, ofereceu formalmente uma plataforma para diálogo entre Rússia e Ucrânia enviando a proposta para ambas as partes, segundo a agência de notícias Sputnik.

247

Randolfe decide integrar campanha de Lula e desiste de disputar Governo do Amapá

Foto: Reprodução / Redes Sociais

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) anunciou nesta terça-feira (22) que não vai disputar as eleições para governador do estado do Amapá. Ele diz ter aceito o convite do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para integrar a coordenação de sua campanha à presidência da República.

Randolfe não foi assertivo se será o coordenador-geral da campanha do petista ou se apenas integrará o núcleo que vai dirigir as ações eleitorais.
“Há um mês recebi o convite do presidente Lula para auxiliá-lo na coordenação de sua campanha e acompanhá-lo na mais importante tarefa de nosso tempo resgatar o nosso país do horror em que vive, reconstruir não somente a nossa nação destruída pelo ódio, mas sobretudo recuperar as relações de uma sociedade desesperançada”, afirmou Randolfe em discurso no plenário do Senado.
Randolfe pediu desculpas aos amapaenses por desistir de sua pré-candidatura ao governo estadual. No entanto, afirmou que será mais útil para o Amapá na campanha de Lula. Justificou que o governo federal criou uma “cultura da morte” e que será preciso reconstruir e resgatar a esperança.
“Acredito que o tempo e o destino me determinaram que serei mais útil a todos amapaenses daqui de Brasília, apoiando a reconstrução e resgatando a esperança. Nós não escolhemos os tempos em que vivemos, a única escolha que fazemos é como reagir a eles”, completou.

 

Fonte: Bahia Notícias

Pedido do MPF de cassação de Aécio por propina de R$ 2 milhões ganha pouco destaque na imprensa

(Foto: Lula Marques/Agência PT)

Deputado do PSDB liderou a campanha pelo golpe de estado de 2016 que destruiu a economia e a imagem do Brasil

247 – A imprensa corporativa brasileira deu pouco ou nenhum destaque à notícia de que o Ministério Público Federal pediu a cassação do deputado Aécio Neves (PSDB-MG) e a devolução de uma propina de R$ 2 milhões, que foi paga pela JBS, numa ação que foi inclusive filmada. Derrotado nas eleições presidenciais de 2014, em que teve apoio dos meios de comunicação empresariais, Aécio liderou a campanha que culminou com o golpe de estado de 2016, que destruiu a economia e a imagem do Brasil, permitindo a ascensão de um regime neofascista.

“O Ministério Público Federal em São Paulo (MPF) pediu mais uma vez a condenação do deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) pelo crime de corrupção passiva em suas alegações finais, última etapa da ação em que ele é acusado de receber R$ 2 milhões em propina. Na denúncia, Aécio teria recebido o dinheiro do empresário Joesley Batista em 2017. Em troca, o então senador atuaria em favos da JBS, empresa dele, no Congresso Nacional. A irmã de Aécio, Andrea Neves; o primo dele, Frederico Pacheco de Medeiros, e Mendherson Souza Lima, ex-assessor do então senador Zezé Perrella, também são réus na ação. Além da condenação de todos os suspeitos de envolvimento, o MPF também pediu, nas alegações finais, a perda de mandato do deputado Aécio Neves. A irmã dele é acusada de envolvimento direto na propina, assim como Frederico e Mendherson, acusados de carregarem as malas com o dinheiro”, aponta reportagem do G1.

“Segundo a MPF, a maior parte dos pagamentos foi flagrada e filmada pela Polícia Federal durante as investigações. Já sobre a acusação de obstrução de justiça, o órgão pede absolvição de Aécio Neves. Em nota, a defesa do deputado nega as acusações.

247

Eugênio Aragão: ‘a segurança de Lula e sua família está em risco’

Ex-ministro Eugênio Aragão e o ex-presidente Lula (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247)

O ex-ministro da Justiça também afirmou que aliados do bolsonarismo “não brincam em serviço”

247 – O ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão afirmou nesta quinta-feira (17) que é importante a equipe do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficar em alerta para questões relacionadas à segurança do petista. A entrevista foi concedida ao Jornal da Fórum.

“Não podemos ser infantis. Temos a segurança do presidente Lula em risco, temos a segurança dos familiares do presidente Lula em risco. Nós sabemos que essas pessoas não brincam em serviço. São mais de 1 milhão de bolsonaristas armados até o dentes em uma eleição que vai ser violenta”, afirmou o advogado do PT (leia a íntegra na Revista Forum).

247

Presidente da Fiesp diz que Lula ‘acertou mais do que errou’ e critica Bolsonaro

(Foto: ABr)

Josué Gomes ainda falou que o país não deve temer as eleições e que as urnas eletrônicas são confiáveis

247 – O novo presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Josué Gomes, afirmou que o Brasil não deve ter medo das eleições e que as urnas eletrônicas são confiáveis. “Qualquer temor deveria deixar de existir. Não existem riscos para o país. O país não vai acabar nem retroceder (independentemente de quem ganhe). O Brasil não precisa temer quem quer que ganhe a eleição”, afirmou ao jornal O Globo.

247 – O novo presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Josué Gomes, afirmou que o Brasil não deve ter medo das eleições e que as urnas eletrônicas são confiáveis. “Qualquer temor deveria deixar de existir. Não existem riscos para o país. O país não vai acabar nem retroceder (independentemente de quem ganhe). O Brasil não precisa temer quem quer que ganhe a eleição”, afirmou ao jornal O Globo.

O comentário vem ocorre um dia após as falas de Jair Bolsonaro (PL), que, em entrevista à Jovem Pan, voltou a duvidar do processo eleitoral e do sistema de urnas eletrônicas.

“O país pode continuar de maneira mais rápida e mais célere, dando dignidade a seu povo, ou não, mas não vai acabar. As instituições no Brasil são fortes. Estão sob ataque constantemente, mas são fortes”, afirmou.

‘Lula acertou mais do que errou’

Josué é filho de José Alencar, que foi vice do ex-presidente Lula (PT) em seus dois mandatos, mas afirmou que sua gestão na entidade será apartidária. “Não tenho partido político e nem posição política. Minha posição política é a indústria”, ressaltou.

247

 

Ex-apoiadora da Lava Jato, empresária Rosângela Lyra apoia Lula no primeiro turno: “Moro morreu para mim”

Segundo Ex-embaixadora da Dior, o ex-presidente ‘fará uma ótima gestão, com a experiência e inteligência que ele tem’

Carta Capital – A empresária Rosângela Lyra, ex-representante da Dior no Brasil, fez nesta quinta-feira 17 uma enfática defesa da vitória do ex-presidente Lula nas eleições deste ano.

Tradicional eleitora do PSDB e ex-apoiadora da Lava Jato, ela afirmou em entrevista à Veja que o petista “fará uma ótima gestão, com a experiência e inteligência que ele tem e evitando os erros que foram cometidos no passado”.

Segundo Lyra, o mais importante na campanha é assegurar a vitória de Lula no primeiro turno, “porque o período entre o primeiro e segundo turnos pode ser muito traumático”. Também declarou que se irrita ao ver tentativas de estabelecer uma falsa equivalência entre Jair Bolsonaro e Lula: “Um é um tirano, o outro é um democrata”.

Dólar despenca mais após pesquisa que mostra chance de vitória de Lula em primeiro turno

Pesquisa Quaest, com Lula com 45%, e articulações políticas de Lula com o centro e até a centro-direita seguem trazendo otimismo aos mercados

247 – O dólar fechou em queda de 0,65%, cotado a R$ 5,2259, nesta quarta-feira, 9. O valor é o menor patamar em quase cinco meses. Com isso, o dólar passou a acumular queda de 1,50% no mês e de 6,26% no ano.

Pesquisa divulgada nesta quarta pela Quaest, patrocinada pelo Banco Genial, aponta que o ex-presidente Lula (PT) venceria a eleição para presidente da República no primeiro turno, com 45% dos votos, se o pleito fosse hoje. Os demais candidatos somam 42% das intenções de voto.

As articulações políticas de Lula com o centro e até a centro-direita seguem trazendo otimismo aos mercados.

Ao mesmo tempo, o Instituto Brasilerio de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desacelerou para 0,54% em janeiro, após ter registrado taxa de 0,73% em dezembro.

247



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia