WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

bahia gas

secom bahia

secom bahia

embasa


(74) 99106-4031

abril 2024
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: ‘Bahia’

Daniela lamenta ‘nível’ da Eleição da OAB-BA: ‘Advocacia não merece, nossa classe perde’

Candidata da Eleição da OAB-BA neste ano, em meio a uma campanha marcada por ataques, Daniela Borges lamenta os rumos que a disputa tomou em alguns momentos ao avaliar que “a advocacia baiana não merece esse nível de eleição”. “Fico muito triste porque acho que a advocacia baiana não merece esse nível de eleição, disputa, trazendo inclusive para eleições institucionais práticas de eleições partidárias. Óbvio que isso entristece porque entendo que toda nossa classe perde”, analisou.

“Essa é realmente a parte lamentável da campanha, mas a advocacia baiana dará resposta hoje elegendo nossa chapa que trouxe da fato uma campanha ética, com propostas, sem ofensas à honra e à imagem de ninguém”, sinalizou.

Outro ponto que a candidata lamenta foram os registros de interferência político-partidária e de figuras do Judiciário. Daniela viu essas condutas como “uma tentativa de fazer com que a OAB não seja uma instituição independente que vem sendo na Bahia”.

“Muito triste a gente ver políticos interferindo, pedindo votos para advogados, para determinadas chapas. Claro que a OAB tem que dialogar com todos os poderes, mas com devida distância. Sempre me pergunto o que interessa a um político a interferir nas eleições da OAB? E o que interessa ao presidente de um tribunal? Tudo isso nos deixou preocupados”, afirmou a candidata.

A chapa “União pela Advocacia” conseguiu aglutinar apoio de um grupo que tradicionalmente fazia oposição. O fato fez com que a expectativa de Daniela e do grupo fosse de uma eleição mais tranquila neste ano. Mas não foi o que aconteceu.

“Eu achava que essa eleição seria mais tranquila sim, porque a gente deve esperar da advocacia uma campanha do nível mais alto possível. E também somando todas essas forças que a gente pudesse ter discussão num plano efetivo de projetos e propostas, mas estamos pronto pra o que vier”, afirmou.

A Eleição da OAB em Salvador acontece no Centro de Convenções da cidade, na Orla da Boca do Rio. Participam da disputa para o triênio 2022-2024 Ana Patrícia Dantas Leão (chapa “OAB de Coração”), atual vice-presidente que rompeu com seu grupo e se lançou como candidata; Daniela Borges (chapa “União pela Advocacia”), conselheira federal na OAB Nacional eleita na chapa de Fabrício Castro, que optou em não concorrer pela reeleição e a lançou na disputa; Dinailton Oliveira (chapa “OAB pra Valer”), ex-presidente da Ordem; e Ricardo Nogueira (chapa “Liberta OAB”).

O pleito definirá os cargos de presidente, vice-presidente, secretário-geral, secretário-geral adjunto, tesoureiro, diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados (CAAB), diretorias das Subseções no interior e membros do Conselho Seccional, do Conselho Federal.

Bahia tem menor número de casos ativos da Covid-19 dos últimos cinco dias

Foto: Reprodução / Sesab

A Bahia registrou o menor número de casos ativos da Covid-19 dos últimos cinco dias, nesta segunda-feira (1). Ao todo, no estado, 2.683 pessoas estão com a infecção ativa, segundo informações foram divulgadas pela secretaria de saúde do estado. 

Nas últimas 24 horas, foram registrados 143 casos de Covid-19 e 268 recuperados. O boletim da Sesab também apresentou novos 3 óbitos em decorrência da doença, sendo que, desde o início da pandemia, foram registrados 27.080 mortes.

Eleições em João Dourado: PT expulsa vereador por fazer campanha para adversários

Foto: Reprodução / Irecê Repórter

A eleição suplementar que vai decidir quem será o prefeito de João Dourado, município distante 462 km de Salvador, teve um novo capítulo nesta segunda-feira (1°). O diretório municipal do PT decidiu expulsar o vereador Eduardo Dourado Loula, conhecido como Negão do Dego. Além dele, a ex-vereadora Rita de Cássia também foi expulsa do partido.

A justificativa da executiva do Partido dos Trabalhadores da cidade é de que os filiados descumpriram a resolução da legenda com o apoio a candidatura de Di Cardoso (PL), que disputa o Executivo contra Juninho (PSD), que é apoiado pelo PT. A legenda ainda informou que o vereador e a ex-vereadora não apresentaram suas defesas no prazo estipulado, que venceu em 29 de outubro.

As eleições suplementares de João Dourado serão realizadas no próximo domingo (7). O novo pleito foi definido após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) (veja mais) julgar o agravo regimental interposto em um recurso especial, mantendo o indeferimento das candidaturas de Di Cardoso, eleito para o cargo de prefeito e de Rita de Cássia Amorim do Amaral, eleita ao cargo de vice-prefeita.

A decisão do TSE levou em consideração aspectos de inelegibilidade da candidata a vice-prefeita, que teve repercussão na chapa para os cargos, o que impedia a diplomação dos candidatos como prefeito e vice-prefeita.

Fonte: Bahia Notícias

SAC vai retomar atendimento por ordem de chegada na próxima quarta

O Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) vai retomar o atendimento por ordem de chegada a partir da próxima quarta-feira (3). Segundo o órgão, a medida vai ser implementada em todos os postos da Rede SAC, exceto os que funcionam em shoppings da capital (Barra, Bela Vista, Shopping da Bahia e Salvador Shopping), três na Região Metropolitana (Camaçari, Lauro de Freitas e Simões Filho), além de dois no interior (Feira II e Conquista II). 

O objetivo principal da ação é ampliar a quantidade de cidadãos atendidos diariamente, facilitando o acesso das pessoas aos postos, sem precisar agendar pela internet.

Em Salvador, o atendimento por ordem de chegada vai acontecer nos postos SAC Cajazeiras, Comércio, Liberdade, Pau da Lima, Periperi, Pernambués e Pituaçu. No interior, será em 19 postos, incluindo Feira I e Conquista I. Todos os 43 Pontos SAC vão funcionar por ordem de chegada, assim como as três carretas do SAC Móvel. Vale ressaltar que os atendimentos que já haviam sido agendados, através do SAC Digital, estão mantidos, mesmo com a adoção do novo procedimento. Por enquanto, as cotas estarão distribuídas entre atendimentos por ordem de chegada e agendados.

“Vamos atuar com empenho para reforçar as medidas necessárias de higienização e controle do distanciamento entre as pessoas, evitando aglomeração nas salas de espera e nas recepções. A expectativa é que o fluxo do atendimento em todos os postos da Rede SAC ocorra com segurança e tranquilidade”, destacou o superintendente do SAC, Flávio Barbosa.

Fonte: Bahia Notícias

ABMD repudia ameaças a Joaquim de Carvalho e exige ação da polícia e da Justiça

(Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil 247)

Presidente da Associação Brasileira de Mídia Digital, Florestan Fernandes Jr, afirmou que foram solicitadas investigação policial e proteção judicial para o repórter Joaquim de Carvalho e seus familiares

247 – A Associação Brasileira de Mídia Digital divulgou nesta sexta-feira (22) nota de apoio ao jornalista Joaquim de Carvalho, do 247, que está sendo vítima de ameaça por um homem ligado a Jair Renan Bolsonaro.

O presidente da ABMD, jornalista Florestan Fernandes Jr, afirmou no texto que pessoas que atuaram como seguranças formais e informais do presidente e de seu filho Jair Renan durante a campanha de 2018 passaram a ameaçar o jornalista e sua família em razão das apurações jornalísticas. “Já foram solicitadas investigação policial e proteção judicial para Joaquim de Carvalho e seus parentes”, diz Florestan.

Ao 247, Joaquim de Carvalho contou que  o autor da ameaça se chama Allan Gustavo Lucena do Norte. “Fui ameaçado e, se algo acontecer a mim ou alguém da minha família, a responsabilidade deve ser atribuída a Allan Gustavo Lucena do Norte, que foi investigado no caso que envolve a suspeita de lobby juntamente com Jair Renan Bolsonaro”.

O jornalista, que trabalha na produção do documentário “A máquina de fakeadas da extrema-direita“, explicou: “no documentário que estou realizando sobre a máquina de fake news e o caso Adélio-Bolsonaro, apuro o envolvimento do agente Polícia Federal Luís Felipe Barros Félix num caso de arapongagem em Brasília que teve Allan Gustavo Lucena do Norte como alvo”

Leia na íntegra a nota da ABMD:

A Associação Brasileira de Mídia Digital solidariza-se com o jornalista Joaquim de Carvalho, do portal Brasil 247, e com a família dele. Profissional de rara competência, Carvalho apura há semanas reportagens especiais sobre produção de mentiras em escala industrial pelas falanges comandadas a partir do grupo político do bolsonarismo e de seus braços operacionais na mídia e nas redes sociais. Pessoas que atuaram como seguranças formais e informais do atual presidente da República e de seu filho Jair Renan durante a campanha de 2018 passaram a ameaçar o jornalista e a família dele em razão das apurações jornalísticas. Já foram solicitadas investigação policial e proteção judicial para Joaquim de Carvalho e seus parentes.

A ABMD coloca-se à disposição do jornalista e do Brasil 247 para quaisquer ações que se façam necessárias a fim de proteger a vida do profissional e de seus familiares e a liberdade de imprensa. Nunca é demais lembrar que o Brasil é considerado zona de risco para a imprensa livre pela organização Human Rights Watch, tendo passado a frequentar essa vergonhosa lista de Nações que não prezam pela vida de jornalistas independentes desde a ascensão de Jair Bolsonaro à Presidência.

247

Suspeito de estuprar fiéis em Monte Santo é preso em São Paulo

Suspeito de estuprar várias fiéis de uma igreja no povoado Pedra Vermelha, em Monte Santo, na região sisaleira, foi preso nesta quinta-feira (30). O homem de 44 anos, foi preso na última quinta-feira (30), em Cosmópolis (SP). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), as ações criminosas foram cometidas em 2013, e ele tinha mandado de prisão preventiva em aberto desde 2019.

A SSP informou ainda que a equipe do Setor de Investigação (SI) da Delegacia Territorial (DT) de Euclides da Cunha já vinha acompanhando o caso desde o início. Na ocasião, foi constatado que ele se intitulava missionário e, na zona rural de Monte Santo, enganava e estuprava pessoas da congregação que representava. De acordo com a apuração das DTs de Euclides da Cunha e Monte Santo, ele chegou a praticar aborto em uma das vítimas.

Após troca de informações com a Polícia Militar de São Paulo, o mandado foi cumprido pela instituição paulista na cidade de Cosmópolis. Conforme informado na determinação judicial, o homem responde pelos crimes de estupro, com aumento de pena pela autoridade exercida sobre a vítima, e aborto provocado por terceiro. O suspeito está na delegacia de Cosmópolis, da Polícia Civil de São Paulo, e deve ser transferido para a Bahia.

Vilas-Boas conversa com partidos para pavimentar candidatura à Câmara em 2022

O ex-titular da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), Fábio Vilas-Boas, tem circulado pelo interior do estado, na tentativa de pavimentar sua candidatura a deputado federal em 2022. O médico cardiologista ainda não está filiado a nenhum partido, mas tem conversado com algumas siglas antes de tomar a decisão, que deve ocorrer a partir de outubro.

“Eu estou circulando, ouvindo, sondando as regiões. Como dizem, ouvindo as bases”, disse Vilas-Boas, em entrevista ao Bahia Notícias neste sábado (18).

Vilas-Boas inclusive esteve presente em um evento realizado pelo governo do estado na última quinta-feira (16), em Camacan, no sul da Bahia. O governador Rui Costa (PT) chegou a saudar o ex-secretário durante seu discurso. De acordo com o gestor petista, o cardiologista está mais solto e mais leve desde que deixou a pasta.

“Eu já vi que ele está caminhando bastante aqui na região sul. Todo dia eu vejo uma postagem dele diferente, com prefeito, com ex-prefeito. O negócio está bom. Agora, com mais tempo, ele está livre, leve e solto, sorridente”, disse Rui, em tom bem-humorado, antes de agradecer a ajuda de Vilas-Boas no enfrentamento à Covid.

O partido ainda não foi escolhido pelo ex-secretário. Segundo ele, há conversas com algumas legendas. A maioria deles fincados na base aliada do governador Rui Costa.

“Eu já conversei com vários partidos. Com o PT, com o PP, com o PSD, com o MDB. Tenho conversado. Mas essa definição só poderá acontecer depois que forem definidas as regras do jogo, o que deve acontecer agora em outubro”, afirmou Vilas-Boas ao BN.

Apesar das conversas com o MDB, o cardiologista garante que não há chances de lançar uma candidatura fora da base do governo do estado. Vilas-Boas, além de ter sido secretário da Saúde em um momento decisivo da gestão, no enfrentamento à pandemia, é um amigo pessoal de Rui Costa.

“Não tem chance de eu não sair pela base do governo. Se eu for candidato, vai ser para defender o legado do governo do estado. Eu sou amigo de Rui antes mesmo dele se tornar governador e continuarei ao lado dele”, finalizou.

Fonte: Bahia Notícias

Militantes do Psol elegem pela primeira vez uma mulher dirigente do partido na Bahia

Imagem: Redes sociais

A direção do PSOL na Bahia elegeu, pela primeira vez na história, uma mulher para a presidência estadual da legenda. A votação aconteceu no último domingo (12) e foi vencida pela militante Elze Fachinetti, apoiada pelo deputado estadual Hilton Coelho e pelo ex-vereador Marcos Mendes. Fachinetti teve 58% dos votos, derrotando a chapa “Psol Popular”, liderada por Fábio Nogueira, que tentava a reeleição. Ele teve 36% dos votos válidos. A chapa “Semente”, terceira colocada, teve 6%.

“Ser a primeira mulher presidenta do PSOL Bahia é uma honra e grande alegria, mas quero destacar a importância da Chapa de Oposição neste momento em que temos como prioridade fortalecer o PSOL em todo o Estado, com um forte trabalho de interiorização do partido e uma verdadeira transformação social na Bahia. Especialmente, neste momento de tantas perdas de direitos que requer unidade na luta contra o avanço da extrema-direita e do golpismo no Brasil”, disse Elze Fachinetti, após a divulgação do resultado.

O Psol foi oficialmente fundado em 2004. E, desde então, nunca tinha tido na presidência uma mulher, embora uma das bandeiras do partido seja a luta contra o machismo e a opressão patriarcal.

Elze Fachhinetti Arnold, que era Secretaria de organização do PSOL Bahia, juntamente com o professor Franklin Oliveira do PSOL Salvador levaram a proposta dos INDEPENDENTES uma tendência que encantou socialistas do interior baiano, pois contempla antigos anseios dos políticos que vivem nos municípios baianos. O socialista Aroldo Pinto, atualmente no PSOL, que também assina a tese Independentes e é militante de esquerda histórico, se encantou com a palavra segura do professor Frankliln em afirmar um novo modelo de gestão, moderno, profissionalizado, interiorizado e transparente  e a simplicidade da militante Elze, uma mulher guerreira que agora chega a presidência do PSOL no estado da Bahia, mudando a cara do partido.

Com informações do METRO1

‘PSL é o maior partido, é natural a presidência’, diz Azi sobre fusão com DEM

Foto: Divulgação

Com a iminência de uma fusão entre o Democratas e o PSL (reveja aqui), a presidência da nova legenda deve ficar com Luciano Bivar, atual representante do PSL. De acordo com o presidente do DEM Bahia, deputado federal Paulo Azi, existe uma possibilidade “razoável” desse movimento se concretizar.

“Temos a convicção que mantido o sistema eleitoral atual, sem coligações, vai forçar a fusão de diversos partidos. É muito bom para o sistema político brasileiro, queremos nos antecipar. Estamos discutindo, conversando. Passa pelo entendimento de vários estados da federação, é possível que aconteça. Como o PSL é o maior partido, é natural que a presidência fique com ele. A discussão se dá nesses termos, de esticar. Todos irão passar a ser um só. É uma relação de confiança de todos. Se vai ser A ou B que vai assumir”, comentou ao BN. 

Azi ressaltou que Neto e Bivar têm uma “relação cordial” e que o debate ainda continua. “Não só agora, mas desde da época de Rodrigo Maia. Ela está se estreitando com a possibilidade. É uma fase de discussão que ainda vai ver uma discussão mais pormenorizada no nosso partido”, disse.

Por sua vez, a formação dessa nova legenda sepultaria a chance do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de se filiar ao partido. Neto tem subido o tom contra o presidente, e, juntamente com Bivar, assinaram carta conjunta em que repudiam os ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) feitos pelo presidente, durante discurso no 7 de Setembro (veja aqui). 

Fonte: Bahia Notícias

PDT-BA expulsa ‘bolsonaristas’ e remove impasse de alinhamento com proposta nacional

O presidente estadual do PDT na Bahia, deputado federal Félix Mendonça Jr., utilizou o Twitter para anunciar, nesta quarta-feira (8), o início do processo de expulsão do deputado federal Alex Santana e do estadual Samuel Jr. (reveja). A decisão ocorre um dia após ambos participarem dos atos do 7 de Setembro. As manifestações foram organizadas pela militância favorável ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e tiveram por base pautas antidemocráticas. Os parlamentares, no entanto, defendem que a ida às ruas serve ao “processo democrático”. 

De acordo com Félix, a expulsão tem por justificativa “a infidelidade partidária explicitada na participação dos dois em atos, votações e postagens contrárias às decisões do partido”. Em uma perspectiva macro, a decisão também resolve um impasse interno no partido, na medida em que retira de cena os membros ideologicamente afeitos ao atual presidente da República. O PDT baiano pavimenta o alinhamento com a perspectiva nacional da sigla, de se constituir, com a atual pré-candidatura de Ciro Gomes, como a terceira via ferrenhamente contrária ao bolsonarismo.

No âmbito estadual, permanece sem martelo batido a aliança com ACM Neto (DEM), ao passo que se efetivou o rompimento com a aliança governista, base de sustentação do governo Rui Costa (PT) (reveja).

Santana confirmou já ter explicitado com antecedência a existência de “divergência” com Félix em relação ao seu posicionamento com Bolsonaro, a exceção do “desrespeito às instituições”. Assim como o estadual Samuel Jr., ele tem uma base eleitoral concentrada em grupos evangélicos.

“É a base do meu eleitorado. Já tinha falado sobre ele ao presidente e a Lupi. Entendo que não fiz nenhum ato antidemocrático. Defendo as independência das instituições”, explica Santana. Segundo ele, sobre o futuro partidário, existe [diálogo] com alguns partidos. “Temos conversas. O PSL, o PRB, o PL, o PP, que na Bahia temos dificuldades, mas em Brasília temos uma facilidade com Lira.”

A possibilidade de expulsão de Santana da sigla se arrasta desde 2019 (reveja). À época, ele chegou a ser suspenso por ter votado a favor da reforma da Previdência, a contragosto da orientação partidária.

Ao Bahia Notícias, Samuel Jr. também admitiu a existência de diálogo com o PP, dentre outras “agremiações”. O desfecho, porém, depende, por hora, da efetivação da expulsão e da abertura da janela partidária, em março.

“Para mim tudo muito novo. Não houve nenhuma conversa e nenhum comunicado oficial. Até hoje eu não tenho nenhuma orientação do partido, então não sei onde está a desobediência. Eu me pergunto onde está a discussão da democracia. O partido não manda em minha vida para dizer se eu tenho que participar ou não de ato”, diz o parlamentar sobre a expulsão.

Samuel, por sua vez, já vinha tendo atuações independentes em relação ao PDT. Em maio, o Bahia Notícias apurou que, mesmo com a saída da legenda da base de apoio ao governador Rui Costa (PT), indicações dele seriam mantidas, assim como as dos deputados estaduais Roberto Carlos e Euclides Fernandes, e do próprio Alex Santana (reveja).

No último mês, Samuel marcou presença em um evento com o ministro da Educação do governo Bolsonaro, Milton Ribeiro. Na ocasião, ele minimizou o fato e afirmou que estava no local na condição de representante da igreja responsável pela administração do Centro de Cultura Cristã da Bahia, onde a solenidade foi realizada (reveja).



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia