WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

bahia gas

secom bahia

secom bahia

embasa


(74) 99106-4031

abril 2024
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: ‘Bahia’

Aliado de Luiz Galvão, ligado a João Roma, é exonerado da prefeitura de Salvador

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, exonerou da gestão um nome ligado ao ex-secretário de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro de Salvador, Luiz Galvão. Segundo publicação no Diário Oficial do Município, Tércio Almir Brandão Santana, saiu, a pedido, do cargo de assessor especial na Diretoria das Prefeituras-Bairro, que era comandada por Galvão.

Afiliado político de João Roma, Galvão foi exonerado em fevereiro, como reação ao fato de seu padrinho ter aceitado o convite do presidente Jair Bolsonaro para assumir o comando do Ministério da Cidadania, em fevereiro.

A atitude de Roma fez estremecer a sua amizade de longa data com o ex-prefeito ACM Neto (DEM), que era contra a nomeação. Na ocasião, ACM Neto classificou como “lamentável” o fato de o afiliado político aceitar o convite. “A decisão me surpreende porque desconsidera a relação política e a amizade pessoal que construímos ao longo de toda a vida”, disse Neto na época (lembre aqui).

Atualmente, Galvão é secretário-executivo da pasta federal comandada por Roma.

Fonte: Bahia Notícias

ACM Neto retoma projeto de viagens e assessorias a prefeitos do interior

O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), vai retomar o projeto de visitar cidades do interior da Bahia e se reunir com gestores. As viagens foram paralisadas devido ao agravamento da pandemia da Covid-19, que em março sobrecarregou o sistema de Saúde de cidades de todo o estado. O retorno das viagens foi anunciado pelo próprio presidente nacional do Democratas, nesta segunda-feira (19), em Feira de Santana.

No início deste ano, após finalizar o segundo mandato como prefeito de Salvador, ACM Neto chegou a se reunir e discutir sobre gestão pública com equipes do Executivo Municipal de cidades como Eunápolis, Luís Eduardo Magalhães e Santo Antônio de Jesus.

“A gente tinha suspendido as viagens por conta do agravamento da pandemia. Agora que as coisas estão ficando mais estáveis, vamos retomar a agenda no interior com todo cuidado e respeitando as medidas sanitárias. Vamos tratar dos problemas de cada região, ouvindo as pessoas, para que possamos construir um projeto de futuro para o estado”, afirmou Neto.

O ex-prefeito sinalizou que durante as viagens ao interior tem recebido apoio para uma eventual candidatura dele ao governo estadual. O nome de ACM Neto é um dos especulados para a disputa pelo governo da Bahia em 2021, mas o democrata ainda não se coloca oficialmente como candidato.

“Existe tanto essa expectativa quanto o desejo no que se refere a possibilidade de consolidarmos uma pré-candidatura e depois uma candidatura vitoriosa”, comentou.

Covid-19: Bahia prorroga toque de recolher até 26 de abril

O governo da Bahia prorrogou as medidas de distanciamento e restritivas para atividades não essenciais adotadas para conter a circulação do novo coronavírus no estado. Elas terão validade pelo menos até o dia 26 de abril. Entre as ações, figura o toque de recolher. Entre as 20h e as 5h, foi instituída restrição para a circulação e permanência de pessoas nas ruas, praças e outros locais públicos.

Na região de Irecê, 23 municípios terão um toque de recolher maior, das 18h às 5h. A circulação de transporte público também fica proibida entre as 20h30 e as 5h.

O decreto publicado pelo governo proíbe também o comércio de bebidas alcoólicas das 18h do dia 23 de abril (sexta-feira da próxima semana) até as 5h do dia 26 de abril (segunda-feira seguinte).

 

Bahia receberá 500 mil doses de vacinas contra Covid-19 na quinta-feira

Bahia receberá 500 mil doses de vacinas contra Covid-19 na quinta-feira

Foto: Fernando Vivas/GOVBA

A Bahia vai receber uma nova remessa com 500 mil doses de vacinas contra a Covid-19 na quinta-feira (15). Nesta semana algumas cidades, inclusive Salvador, interromperam a aplicação das primeiras doses por falta de estoque do imunizante. 

A informação foi divulgada pelo secretário da Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, através de publicação no Twitter.

Segundo o secretário, o Ministério da Saúde vai receber 6,3 milhões doses. Serão 3,8 milhões entregues pela Fiocruz e 2,5 milhões do Instituto Butantan.

Na manhã desta terça-feira (13) Fábio Vilas-Boas fez críticas a indefinição da logística do Ministério da Saúde na entrega de doses das vacinas contra a Covid-19. Segundo o titular da Sesab, a falta de informações para os estados deixa os gestores  “cegos”.

Salvador interrompeu a vacinação de idosos de 61 anos na segunda-feira (12). Desde então a cidade tem aplicado apenas segundas doses nas pessoas habilitadas. Com a chegada de um novo lote, a capital baiana e outras cidades em que a imunização foi suspensa devem retomar a aplicação de primeiras doses.

Fonte: Bahia Notícias.

 

 

Após ataques, DEM deve ‘cozinhar’ Alexandre Aleluia até janela partidária

Filiado ao DEM, o vereador Alexandre Aleluia (DEM) criticou uma decisão do presidente nacional do partido, ACM Neto, e evidenciou de vez seu descontentamento com os rumos tomados pela sigla. 

Pelo Twitter, no sábado (10), ele postou a imagem de uma reportagem postada pelo jornal Correio que tem como manchete a informação de que o ex-prefeito de Salvador anuncia a criação do “Democratas Diversidade” – vertente da legenda que tem como objetivo inclusão para públicos que ainda sofrem preconceito. No tweet, Aleluia comparou o DEM ao PSOL e atacou o público LGBTQIA+ ao dizer que é “uma pauta criada pela esquerda”. “A pauta LGBT foi criada pela esquerda para dividir a sociedade e fazer com que a política ardilosamente se aproveite do ressentimento. Isso não tem nenhum compromisso com o partido que me elegi. Isso está muito mais próximo do PSOL”, postou.

No dia seguinte, no domingo, ele classificou o DEM como “partido com convicções gelatinosas”. Ele se referiu ao deputado federal Sóstenes (DEM-RJ), que anunciou a saída da legenda após criação do comitê de diversidade.

Na avaliação interna do partido, o intuito de Aleluia é criticar o DEM para conseguir uma desfiliação por justa causa. Contudo, segundo uma fonte ligada à alta cúpula da sigla consultada pelo Bahia Notícias, a queda de braço só terminaria no próximo ano, quando há a janela partidária. Antes disso, não haveria possibilidade de o parlamentar deixar o partido, uma vez que o mandato parlamentar pertence ao partido, não ao político – o único momento em que isso pode acontecer, sem que o vereador perca o mandato, é durante a janela de troca partidária.

Mesmo filiado ao DEM, Aleluia é alinhado ideologicamente ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e, no ano passado, divulgou abertamente encontros com articuladores da criação do Aliança pelo Brasil, partido idealizado pelo chefe de Estado, que ainda não saiu do papel. Em novembro de 2019, ele foi a Brasília junto ao ex-vereador Cezar Leite (PRTB) para conversar com o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidente.

A atitude gerou críticas veladas feitas pelo vereador Claudio Tinoco, à época secretário de Cultura e Turismo de Salvador (Secult). “Não dá para dar espaço para quem não valoriza o partido. Se vai para outra legenda, tudo bem”, afirmou Tinoco em fevereiro de 2020, sem citar nominalmente o companheiro de partido.

Outros fatores colocam Aleluia em campos opostos ao DEM no momento. Em entrevistas a outros veículos de imprensa, ele se coloca à disposição de Bolsonaro para se candidatar ao governo da Bahia em 2022. Contudo, ele esbarraria no fato de que Neto é virtualmente o candidato da sigla para o Palácio de Ondina no próximo ano. Além disso, o ex-prefeito de Salvador não vive a melhor das relações com Bolsonaro desde que João Roma, seu ex-aliado, foi nomeado ministro da Cidadania. Na última semana, Neto chegou a dizer que se sente “frustrado na expectativa” pelo voto em Bolsonaro em 2018.

Procurados pela reportagem do BN, Neto e Aleluia não se manifestaram até a publicação desta matéria.

Alexandre Aleluia é filho do ex-deputado federal José Carlos Aleluia. Em maio de 2020, ele foi reconduzido por Bolsonaro à função de conselheiro da Itaipu Binacional, hidrelétrica que fica na fronteira com Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, e Cidade del Leste, no Paraguai.

Governo do estado volta a permitir eventos com até 50 pessoas na Bahia

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), voltou a permitir a realização de eventos com até 50 pessoas na Bahia. Desde 4 de dezembro do ano passado, essas atividades estavam proibidas, independentemente do número de pessoas, para evitar aglomerações e, assim, conter a contaminação pelo novo coronavírus.

A nova regra está em decreto publicado na edição desta terça-feira (13) do Diário Oficial do Estado. Ao fixar o limite máximo de 50 pessoas, a norma diz que ficam vedados “os eventos e atividades com a presença de público superior a 50 (cinquenta) pessoas, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, tais como: eventos desportivos, religiosos, cerimônias de casamento, feiras, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e ginástica.”

A medida vem na esteira de uma série de flexibilizações que o governo estadual e prefeituras vêm fazendo nas medidas restritivas de combate à Covid-19. Em Salvador e Região Metropolitana, por exemplo, atividades econômicas não essenciais como comércio de rua, shoppings e centros comerciais e bares e restaurantes estão com funcionamento liberado deste o último dia 5, com anuência do estado.

As liberações, no entanto, acontecem em um momento de quantidade de casos e óbitos ainda alta na Bahia. Nesta manhã, a ocupação de leitos de UTI adulto está em 84% no estado – o governo argumenta ter aberto uma quantidade maior de UTIs do que o existente na primeira onda, o que dá maior segurança para flexibilizações.

Entre domingo (11) e segunda (12), a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) registrou 1.581 novas contaminações pelo novo coronavírus e 95 novos óbitos. O número de internados com casos graves da Covid-19 voltou a crescer na Bahia e atingiu um novo recorde: são 1.316 pacientes com a doença ocupando leitos de terapia intensiva no estado, o maior número de toda a pandemia

Governo da Bahia volta a declarar estado de calamidade em todo o estado

O governo da Bahia publicará na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (6) um novo decreto declarando estado de calamidade pública em todo o território em virtude da pandemia da Covid-19. Este é o terceiro decreto do tipo publicado pelo governo baiano para fins de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus. A medida autoriza a mobilização de todos os órgãos estaduais, no âmbito das suas competências.

A publicação do decreto segue normativa do Ministério do Desenvolvimento Regional e viabiliza a liberação de recursos por parte do Governo Federal para que sejam aplicados nas medidas de prevenção, controle, contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar a disseminação da doença.

Itiúba: Buscas por Davi Lima são encerradas, mas menino segue desaparecido

As equipes encerraram as buscas por Davi na tarde desta quinta – feira, 01 de abril de 2021.

Segundo o Tenente Coronel do Corpo de Bombeiros, Tarcísio do Vale, a área foi toda averiguada e por essa razão não há mais necessidades das referidas equipes em Itiúba. Agora o caso segue com outras linhas de investigação.

A Policia Civil já tomou vários depoimentos nessa tarde e continuará a investigação.

Maiores informações a qualquer momento!!!

Cidade em Notícias

Itiúba: Família procura garoto de Davi, de 11 anos, desaparecido no povoado de Varzinha

Um garoto de 11 anos de idade, Davi Lima da Silva, está desaparecido desde o fim da tarde deste domingo (28). A criança desapareceu quando estava na casa de sua tia, Joelma Maria Lima, no povoado de Varzinha, em Itiúba, na região sisaleira do estado.

“Ele estava lá em casa comigo. A gente estava brincando. Só que ele estava um pouco agitado. De repente, ele disse que vinha para a casa da avó dele, que ele tem costume de vir, que é perto. E aí saiu correndo”, contou Joelma.

“A gente achou que ele realmente vinha para a casa da avó dele. A gente veio atrás. Quando a gente chegou, ele não tava. Quando a gente voltou de novo para minha casa, o vizinho chamou a gente dizendo que ele tinha passado na roça. Aí ele subiu sentido uma serra, aqui mesmo na Varzinha”, relatou a tia.

Segundo a família, Davi estava descalço e vestia uma blusa cinza com um short estampado quando desapareceu, por volta das 17h30 do domingo.

FAKE NEWS

Até o presente momento, agora madrugada de quinta-feira, 01 de abril de 2021 o garoto não foi encontrado. Pessoas movidas, não sei por qual sentimento fica espalhando notícias falsas ou telefonando dizendo que o garoto foi encontrado, o que não é verdade. Seria interessante ter maior sentimento e empatia. A vida de Davi importa e está mexendo com o sentimento coletivo do município de Itiúba, cidade do centro norte da Bahia.

Rui Costa lamenta morte de PM e se solidariza com agentes envolvidos na operação na Barra

Um dia após a operação que culminou com a morte do policial Wesley Góes, no último domingo (28), no Farol da Barra, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), se solidarizou com o soldado e seus familiares nesta segunda-feira (29). Ele também prestou solidariedade aos agentes envolvidos na operação.

“Quero lamentar profundamente o fato ocorrido neste domingo e ao mesmo tempo manifestar meus sentimentos à família do policial envolvido. Também quero estender minha solidariedade a todos os policiais que participaram da operação e colocaram suas vidas em risco”, escreveu, por meio de postagem no Instagram.

O petista também afirmou que, durante o fim de semana, sofreu ataques. “O final de semana foi de ataque a mim e a governadores e prefeitos do Brasil inteiro, mas não iremos nos intimidar com mentiras e ameaças. Reafirmo meu compromisso com o enfrentamento da pandemia e com a saúde e a vida dos baianos e baianas”, pontuou.

O chefe do Palácio de Ondina também disse que “continuará lutando dia após dia” para vacinar policiais militares e civis, para guardas municipais e trabalhadores da educação contra a Covid-19.

Por outro lado, Rui não se posicionou a respeito das ações de intimidação promovida por policiais eu estavam na Barra durante a operação para conter Wesley Góes.

Os militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) atiraram no agente depois que ele atirou com um fuzil contra a guarnição, por volta de 18h30, após cerca de 3h30 de negociação sem sucesso. A ação aconteceu quando ele invadiu e ocupou a região do Farol da Barra. Após disparar, no início desta noite, contra a barreira policial que negociava com ele, o soldado recebeu três tiros e foi ao chão.

Nesta segunda, em entrevista coletiva, o comandante-geral da PM-BA, coronel Paulo Coutinho, afirmou que o histórico profissional e pessoal de Wesley não justificava o ato que ele teve no último domingo. Ele também indicou que os agentes envolvidos na operação adotaram protocolos de gerenciamento de crise na situação.

A morte do policial gerou reações de parte dos agentes da corporação. Ainda nesta segunda pela manhã, policiais de dirigiram à Barra para protestar contra o comando-geral da PM e fizeram um ato simbólico para lamentar o falecimento do soldado.



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia