Líder dos atos terroristas de 8 de janeiro, ele teme ser preso e quer permancer fora do Brasil; informação foi obtida em primeira mão pelo Financial Times

247 – Jair Bolsonaro solicitou um visto de turista com duração de seis meses para continuar nos Estados Unidos, à medida que o cerco aos idealizadores do 8/1 se fecha, informa o jornal inglês Financial Times nesta segunda-feira (30).

Segundo o advogado do ex-chefe do Executivo, Felipe Alexandre, as autoridades estadunidenses recebaram a documentação relevante na última sexta-feira (27). Ele aconselhou Bolsonaro a não deixar os EUA durante o processo de análise de concessão do visto, que pode durar meses.

“Acho que a Flórida será seu lar temporário longe de casa”, disse Alexandre, fundador da AG Immigration, segundo o FT. “Neste momento, com a situação dele, acho que ele precisa de um pouco de estabilidade”.

Alexandre disse ainda que Bolsonaro pode eventualmente decidir solicitar um visto estadunidense “mais permanente” do que a extensão de seis meses que ele está buscando, diz o FT.

Bolsonaro chegou à Flórida, reduto da extrema direita estadunidense, no dia 30 de dezembro do ano passado, antes da posse do presidente Lula, que o derrotou nas eleições. Seu visto oficial venceu no dia que deixou o poder, mas previa um período de 30 dias extras em que ele podia permanecer nos EUA.

247