WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

bahia gas

secom bahia

secom bahia

embasa


(74) 99106-4031

julho 2022
D S T Q Q S S
« jun   jan »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: 20/jul/2022 . 23:46

‘Querer a morte de adversários é a tônica do bolsonarismo’, diz Gleisi após bolsonarista ameaçá-la em vídeo

Gleisi Hoffmann (Foto: Marina Ramos/Câmara dos Deputados)

Bolsonarista candidato a vereador de Belo Horizonte em 2020 afirmou em vídeo que iria “caçar” Gleisi, Lula, Marcelo Freixo e os ministros do Supremo Tribunal Federal

247 – A deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR) denunciou, nesta quarta-feira (20), o vídeo de um bolsonarista que ameaçou “caçá-la” junto com o ex-presidente Lula (PT), o pré-candidato ao governo do Rio, Marcelo Freixo (PSB), e os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Circula nas redes bolsonaristas vídeo de um homem que se diz cidadão de bem ameaçando a mim, Lula e ministros do STF. Querer a morte de adversários é a tônica do bolsonarismo. Acionamos as autoridades e não vamos tirar o pé das ruas para defender o povo e a democracia”, afirmou Gleisi em seu Twitter.

O vídeo em questão foi publicado pelo bolsonarista Ivan Pinto, candidato a vereador de Belo Horizonte pelo PSL em 2020 sob a alcunha de ‘Ivan Papo Reto’. Na gravação, ele dizia: “Eu vou dar um recado para a esquerda brasileira, principalmente para o Lula: ô desgraçado, bota o pé na rua que nós vamos te mostrar o que nós vamos fazer com você. Anda com segurança armada até o talo, que nós da direita vamos começar a caçar você, essa Gleisi Hoffmann, esse Freixo frouxo do cara***, todos esses que te cercam, vagabundo.”

Além de ameaçar os políticos citados, o bolsonarista também mencionou nominalmente ministros do STF: “Mas principalmente esses vagabundos do STF. Se eu fosse você, Barroso, Fachin, Fux, Moraes, Lewandowski, Mendes, eu ficava nos EUA, em Portugal, na Europa, até vocês duas, vad***, Cármen Lúcia e Rosa Weber, sumam do Brasil, nós vamos pendurar vocês de cabeça para baixo. (…) Nós cidadãos de bem não toleramos gente escrota como vocês. (…)”

Devido ao conteúdo de ameaça, o perfil de Ivan foi derrubado no Instagram e no Facebook. Além disso, como ressaltado pela presidente nacional do PT, as autoridades já foram acionadas.

 

Justiça aceita denúncia e policial bolsonarista que matou Marcelo Arruda vira réu

Guaranho e Marcelo Arruda (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

MP denunciou Jorge Guaranho por homicídio duplamente qualificado do tesoureiro do PT Marcelo Arruda em Foz do Iguaçu

Metrópoles – A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público e tornou réu por homicídio qualificado o policial penal federal Jorge Guaranho, que matou a tiros o guarda municipal Marcelo Arruda no último dia 9 de julho, em Foz do Iguaçu (PR).

Mais cedo nesta quarta, o Ministério Público do Paraná denunciou o policial penal federal Jorge Guaranho pelo homicídio duplamente qualificado do guarda municipal e tesoureiro do PT Marcelo Arruda, que ocorreu no último dia 9 de julho.

Um dos agravantes apontados pelos promotores foi o “motivo fútil” para o homicídio, “havendo a querela sido desencadeada por preferência político-partidária”. Outra qualificação apontada pelos autores da denúncia foi a possibilidade de a ação “resultar em perigo comum”, ou seja, a terceiros.

 

 

Lula: “quem tem que dar a oportunidade para o filho do pobre é o Estado”

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Reprodução)

Durante evento em Serra Talhada (PE), o ex-presidente também prometeu mais participação de estatais no crescimento econômico e fez críticas a Paulo Guedes

247 – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) destacou nesta quarta-feira (20), em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, a necessidade de o Estado ter mais participação no crescimento econômico do Brasil. “Eu não tive a oportunidade de fazer um curso superior. Então, quando virei presidente, queria dar a oportunidade para o ajudante de pedreiro virar médico, engenheiro. Quem tem que dar a oportunidade para o filho do pobre é o Estado”, continuou.

O petista disse que fará estatais como a Petrobrás, e os bancos do Brasil (BB) e do Nordeste (BNB), ajudarem mais as pessoas pobres. “Se prepare porque nós vamos recuperar a Petrobrás para esse país. O Banco do Brasil vai voltar a ser um banco de investimento para o pequeno e médio produtor e empresário. A Caixa Econômica vai voltar a ser um banco público e não vai ter presidente assediando mulher não, e sim trabalhando sério. Se prepare que o BNB vai voltar a fazer crédito para fazer crédito para microempreendedores”, afirmou.

O ex-presidente criticou o ministro da Economia, Paulo Guedes. “Criou o Teto Fiscal. Não pode gastar com o povo, mas com os outros pode”, disse Lula. “Tô cansado… pensam que pobre não gosta de coisa boa. A gente não gosta de carne de segunda, terceira, a gente quer de primeira, vestir, calçar tudo de primeira. Eu faço carro e não direito de carro, faço comida e não tenho direito de comer. Tenho que mudar este País. A crença de que vamos conseguir mudar este País é maior do que a que eu tinha em 89”, acrescentou.

O ex-presidente citou a gravidade da fome no Brasil. “Como é que pode este País ter fome, as pessoas ficarem pegando osso. É falta de caráter e vergonha de quem governa este País. Queremos incentivar as pequenas propriedades, a agricultura familiar”, continuou Lula. “Vocês têm que comprar comida e na hora de votar vocês deem um banana e votem em quem vai resolver os problemas de vocês. O povo brasileiro não pode mais fazer dívida para pagar comida, aluguel, água, conta de luz. A gente tem que colocar o povo pobre no orçamento da União e o povo rico no Imposto de Renda”.

De acordo com o ex-presidente, “Estados Unidos, Alemanha, França, China, Rússia vão voltar a respeitar este País, que vai voltar a ser motivo de orgulho”. “Precisamos derrotar este fascista e não dá para gente brincar em serviço. Do jeito que o Brasil está, somente nós temos o direito para consertar”, acrescentou.

“O povo quer trabalhar, ter uma casinha, um emprego decente, ganhar um salário que dê para levar comida para casa. Acesso à cultura. A gente vai recolocar o Ministério da Cultura e criar um comitê de cultura em cada estado brasileiro para fazermos uma revolução cultural”.

Fonte: 247

Empresário bolsonarista diz que precisamos de mais desigualdade

Foto: Divulgação

O empresário bolsonarista Winston Ling foi às redes sociais defender que “nós precisamos de mais desigualdade, não menos”. Ling, que ficou conhecido como o homem que apresentou Paulo Guedes ao presidente na campanha em 2018, compartilhou um texto do instituto Mises, think tank de difusão de ideias liberais.

A frase escrita por Ling no Twitter repete o título do texto do Mises, que defende que “a desigualdade impulsionada pelo mercado é fonte de progresso”, segundo a Folha de São Paulo.

“As atividades dos indivíduos talentosos desencadeiam mudanças econômicas e tecnológicas que impulsionam o crescimento econômico a longo prazo e criam oportunidades para as pessoas medianas ingressarem nos círculos da elite”, complementa o texto.

Dentre as ideias defendidas, o autor afirma que as pessoas mais talentosas seriam responsáveis por criar um padrão de vida melhor para cidadãos medianos. O mercado, por sua vez, agiria como um “observador imparcial do valor”.

Fonte: Bahia Notícias

Operação da PF que investiga desvios na Codevasf apreende R$ 1,3 milhão em dinheiro

Foto: Reprodução / PF

A deflagração da operação da Polícia Federal (PF) para apurar suspeitas de fraudes em contratos, apreendeu cerca de R$ 1,3 milhão em dinheiro, além de itens luxuosos, como relógios importados.

Foram cumpridos nesta quarta-feira (20) um total de 16 mandados de busca e um de prisão em uma investigação que mira fraudes em licitações e desvios de verbas federais na estatal Codevasf. A ação é realizada em diferentes cidades do Maranhão, segundo a Folha de São Paulo. 

Turbinada por bilhões de reais em emendas parlamentares, a Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba) é uma estatal federal entregue pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) ao controle do centrão em troca de apoio político.

Um dos alvos da operação é a empresa Construservice. A Folha mostrou em maio que a empresa é vice-líder em licitações na Codevasf e se valeu de laranjas para participar de concorrências públicas na gestão de Bolsonaro —o presidente sempre negou corrupção em seu governo, mas agora adapta o discurso.

Desde 2019, o governo já reservou a ela ao menos R$ 140 milhões, tendo desembolsado R$ 10 milhões disso até agora.

De 2018 a 2021, o valor empenhado (reservado no orçamento para pagamentos) pela estatal avançou de R$ 1,3 bilhão para R$ 3,4 bilhões, a reboque das emendas parlamentares, que saltaram de R$ 302 milhões para R$ 2,1 bilhões no mesmo período.

 

Fonte: Bahia Notícias



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia