Trabalhador e Lula (Foto: Ricardo Stuckert)

Lula aponta fome, desemprego, inflação, saúde, educação e defasagem salarial como pautas prioritárias

247 – Durante o a reunião na Fundação Perseu Abramo, o ex-presidente Lula, dirigindo-se aos economistas do PT, que irão elaborar seu programa econômico, foi enfático ao declarar que os interesses do mercado não podem se sobrepor aos problemas que afligem a população. A informação é da Folha de S.Paulo.

Lula aponta fome, desemprego, inflação, saúde, educação e defasagem salarial como pautas prioritárias. O ex-presidente afirmou que o PT já provou que tem responsabilidade fiscal.

No encontro, que contou com a participação da presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, e do presidente da fundação e ex-ministro, Aloizio Mercadante, Lula lembrou que, durante seus governos, houve política de inclusão social e valorização do salário mínimo sem aumento de inflação, e afirmou ter conhecimento de que a estabilidade é importante para deter a alta de preços ao consumidor. ​

Nenhum outro partido foi mais sério na gestão fiscal, argumentou Lula, criticando a cobertura negativa por parte do meio corporativo, que não mostra indignação com as violações econômicas do governo Jair Bolsonaro.

Anfitrião do encontro, Mercadante, afirmou, em tom de brincadeira, que os petistas não precisam de um posto Ipiranga, porque já têm o pré-sal.

A reunião desta sexta-feira (14) contou com 35 participantes. Ficou acertado que o grupo se reunirá com mais frequência.

247