Foto: Valter Pontes/Secom

Mesmo com a possibilidade do PL apoiar a candidatura do ministro da Cidadania João Roma (Republicanos) ao Governo da Bahia nas eleições de 2022, o prefeito Bruno Reis (DEM / UB) se mostrou otimista em manter a aliança para garantir o apoio do partido ao ex-prefeito de Salvador ACM Neto (DEM / UB) na disputa.

“O PL é um partido que está na nossa base e que eu tenho uma boa relação. Eles inclusive romperam com o grupo que estavam para me apoiar. Estamos ainda a 10 meses das eleições, tem muita água para passar por debaixo dessa ponte. Vamos seguir conversado com todos que compõem a nossa base para construir uma unidade. Meu desejo é poder reunir em torno da candidatura do ex-prefeito ACM Neto todos os partidos que estão em nossa aliança”, disse o chefe do executivo da capital baiana.

De acordo com fontes ouvidas pelo jornal Tribuna da Bahia, o presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, teria batido o martelo sobre o apoio do partido no estado. Segundo a publicação, os liberais baianos deverão seguir com Roma, que, ao que tudo indica, será o nome apoiado pela presidente Jair Bolsonaro. Bolsonaro deve se filiar ao PL no dia 30 de novembro.