Olavo de Carvalho e Jair Bolsonaro (Foto: Alan Santos/PR)

Deputado Paulo Teixeira classificou a revelação feita pela escritora Daniela Abade como “denúncia grave”. “Caso verdadeira, dois crimes foram praticados: obstrução da justiça e prevaricação. Vamos pedir investigação”, afirmou

247 – O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) classificou como “grave” a revelação de que o governo de Jair Bolsonaro facilitou a fuga para os Estados Unidos do escritor Olavo de Carvalho, que deveria prestar depoimento à Polícia Federal.

Segundo a escritora Daniela Abade, que revelou a informação, Olavo de Carvalho deixou o Brasil em um avião da FAB, que depois foi utilizado pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria. Na prática, o governo facilitou a fuga de um personagem que deveria prestar contas à PF.

O deputado petista afirmou que pedirá abertura de investigação da denúncia. “Caso verdadeira, dois crimes foram praticados: obstrução da justiça e prevaricação. Vamos pedir investigação”, afrmou Paulo Teixeira.

Olavo de Carvalho foi  intimado pela Polícia Federal para prestar depoimento no âmbito do inquérito que apura a divulgação de fake news e ataques à democracia e instituições. De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo,” a PF intimou Olavo no último dia 9 de novembro por meio de sua defesa, que informou aos investigadores que o filósofo ainda estava em tratamento de saúde”.

Poucos dias depois, ele viajou para o estado da Virgínia, nos EUA, onde mora. Nesta terça-feira (16), ele gravou um vídeo informando que viajou  “de forma repentina”.”Eu estava no hospital e me ofereceram um voo repentino para dali a 15 minutos. Eu não ia perder essa oportunidade”, disse.

Em agosto,  a PF também havia tentado ouvir o astrólogo, mas seus advogados impediram o depoimento alegando que ele estava em tratamento médico.

247