WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom bahia

secom bahia

embasa


(74) 99106-4031

novembro 2021
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: nov/2021

Governo da Bahia começa entrega de absorventes do programa Dignidade Menstrual

O governo da Bahia começou, nesta quinta-feira (22), a distribuição dos absorventes descartáveis higiênicos do programa Dignidade Menstrual, que ofertará mensalmente um pacote de absorventes descartáveis por beneficiária e terá um investimento de R$ 5,6 milhões.

Serão beneficiados mais de 226 mil estudantes e pessoas que menstruam regularmente, matriculadas na rede estadual de ensino e que se encontram em situação de pobreza ou extrema pobreza, na faixa etária de 11 a 45 anos.

Para o governador Rui Costa (PT), a falta de absorventes para esse público “é uma triste situação vivida por pessoas que, pela falta de recursos e conhecimento, não têm acesso aos cuidados básicos de higiene e saúde durante a menstruação”.

Rui destacou ainda que o programa também contempla “ações pedagógicas nas escolas voltadas à saúde e ao bem-estar para que as estudantes e pessoas que menstruam tenham mais tranquilidade durante o período”.

“A previsão é a de que o programa seja incluído no Plano Plurianual e passe a integrar as políticas públicas do Estado. A pobreza menstrual afeta negativamente parte importante das pessoas que menstruam no país e impacta, inclusive, na frequência escolar e, consequentemente, na aprendizagem”, afirmou Jerônimo Rodrigues, secretário estadual da Educação.

“É uma questão de direitos humanos. Buscamos uma educação não discriminatória em relação às pessoas que menstruam. Precisamos romper mitos e transformar essa realidade com ações de sensibilização e educativas. Isso é também a busca da equidade de gênero”, comentou Julieta Palmeira, secretária de Política para Mulheres.

A entrega começou por 34 municípios do interior, pelas empresas que venceram os primeiros lotes da licitação. Este primeiro lote contempla três Núcleos Territoriais de Educação (NTE): o Núcleo do Sisal, com sede em Serrinha (NTE 04); Extremo Sul, com sede em Teixeira de Freitas (NTE 7); e Feira de Santana (NTE 19).

Os próximos NTEs a serem alcançados com a entrega são: Litoral Sul, com sede em Itabuna (NTE 05); Médio Sudoeste da Bahia, com sede em Itapetinga (08); Vale do Jequiriçá, com sede em Amargosa (NTE 09); Piemonte do Paraguaçu, com sede em Itaberaba (NTE 14); Piemonte da Diamantina, com sede em Jacobina (16); NTE Semiárido Nordeste II, com sede em Ribeira do Bombal (NTE 17); Médio Rio de Contas, com sede em Jequié (22); Bacia do Rio Corrente, com sede em Santa Maria da Vitória (NTE 23); e Costa do Descobrimento, com sede em Eunápolis (NTE 27).

Nos demais NTEs, incluindo Salvador, a entrega dos absorventes deverá ser feita até a primeira semana de dezembro.

Fonte: Bahia Notícias

Assessora do Ministério da Justiça é demitida após extradição de Allan dos Santos

Após o processo de extradição do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, a chefe da Assessoria Especial Internacional do Ministério da Justiça, Georgia Renata Sanchez Diogo, foi demitida

247 – Após o processo de extradição do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, a chefe da Assessoria Especial Internacional do Ministério da Justiça, Georgia Renata Sanchez Diogo, vai ser demitida.

Segundo o jornal O Globo, ela recebeu a notícia de seu desligamento numa reunião com Antônio Ramirez Lorenzo, que é chefe de gabinete do ministro Anderson Torres.

“Ainda segundo Georgia, ficou acertado que sua cadeira passará a ser ocupada por um diplomata e que a substituição será oficializada no Diário Oficial nos próximos dias”, diz reportagem do jornal O Globo.

“Vou continuar num cargo na assessoria internacional. Vem um diplomata para o meu lugar. No passado também já teve diplomatas nesse cargo. Faz parte, né?”, disse.

No início do mês, a delegada da Polícia Federal Silvia Amélia Fonseca de Oliveira, então responsável pela Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI), também foi demitida.

Tribunal de Justiça de São Paulo decreta despejo de Naji Nahas de mansão

A mansão que foi palco do jantar em que Michel Temer se fartou de rir da imitação de Jair Bolsonaro feita por André Marinho

247 – A 13ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo autorizou reintegração de posse de um imóvel ocupado pelo empresário Naji Nahas.

Segundo o blog do jornalista Fausto Macêdo, a decisão atende a pedido da Companhia Pebb de Participações, que tinha um comodato verbal com Nahas desde 1999. A empresa, no entanto, desistiu do acordo após ‘reiterados descumprimentos das obrigações de preservação e manutenção’ do imóvel por parte do investidor.

Segundo Macêdo, o imóvel ocupa dois números da Rua Guadelupe, próxima à Avenida Brasil, no bairro Jardim Paulista. A área total do terreno é de 5,6 mil metros quadrados. A área construída tem 2 mil metros. O imóvel conta com três edificações, sendo que a principal delas possui sete dormitórios. Avaliação realizada em novembro de 2018 indicou que o ‘valor venal’ para a época era de R$ 26,8 milhões e o ‘valor de mercado livre para venda’ era de R$ 53 milhões.

247

Lula chega a 55% entre os que consideram Bolsonaro ruim ou péssimo, aponta PoderData

Entre o setor que considera Jair Bolsonaro “ruim” ou “péssimo”, o ex-presidente Lula (PT) lidera as intenções de voto

247 – O ex-presidente Lula (PT) lidera entre os pré-candidatos à presidência em 2022 entre o segmento que avalia Jair Bolsonaro como “ruim” ou “péssimo”, segundo pesquisa PoderData, que mostra que o petista teria de 53% a 55% dos votos desse setor, caso as eleições fossem hoje.

No primeiro cenário, com o governador de São Paulo, João Doria, como candidato do PSDB, Lula chega a 53%. No segundo cenário, com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, como candidato tucano, Lula vai para 55%.

A pesquisa entrevistou 2.500 pessoas em 459 municípios nas 27 unidades federativas do País, entre 22 a 24 de novembro de 2021. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

247

Incapaz de reduzir a gasolina mais cara do século, Bolsonaro insulta Lula

Jair Bolsonaro usou sua live para mentir aos brasileiros, atribuindo a alta da gasolina a refinarias que não foram concluídas, quando o preço se deve à política de preços implantada após o golpe de 2016

247 – Em transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta quinta-feira (25), Jair Bolsonaro mentiu aos brasileiros ao atribuir a alta dos combustíveis no Brasil a refinarias que não teriam sido concluídas durante governos petistas.

Além disso, o chefe do governo federal também insultou o ex-presidente Lula, chamando-o de “ladrão”. Lula tem tido sucessivas vitórias na Justiça teve suas condenações na Lava Jato anuladas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que julgou o ex-juiz Sergio Moro parcial para conduzir os casos envolvendo o ex-presidente.

Em relação aos combustíveis, Bolsonaro omitiu o verdadeiro motivo para a alta dos preços: Preço de Paridade de Importação (PPI). O PPI foi implantado na Petrobrás durante o governo Michel Temer, após o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff em 2016, e mantido por Bolsonaro. Em alguns postos pelo Brasil, o litro da gasolina já é vendido por mais de R$ 8.

O que a política de preços faz é atrelar o custo do combustível no Brasil ao mercado internacional, puxando os valores para o alto. Assim, a Petrobrás lucra cada vez mais e repassa valores elevados a seus acionistas.

247

 

Anvisa aprova 3ª dose da vacina da Pfizer; veja período

A Anvisa aprovou a autorização da dose de reforço solicitada pela Pfizer para a sua vacina contra Covid-19, a Comirnaty. Com a aprovação, a bula trará a indicação de dose de reforço pelo menos seis meses após o recebimento da segunda dose.

A agência reguladora informou, em nota, que “avaliou os dados e estudos apresentado pelo laboratório e concluiu que as evidências científicas demonstram segurança e eficácia para a aplicação da dose de reforço da Pfizer”.

A medida serve para pessoas com 18 ou mais anos de idade. “A indicação de reforço aprovada pela Anvisa é de uso homologo, ou seja, de reforço para pessoas que receberam a Comirnaty na primeira imunização”, informou a agência.

A Comirnaty é uma vacina já registrada no país, por isso a decisão final sobre a inclusão da dose de reforço na bula é da própria Gerência-Geral de Medicamentos da Agência.

Fonte: Bocão News

Daniela Borges é eleita presidente da OAB-BA

Foto: Max Haack/Ag. Haack/Bahia Notícias

A presidente da Comissão Nacional da Mulher Advogada, Daniela Borges,  da chapa “União pela Advocacia” foi eleita nesta quarta-feira (24), presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Bahia (OAB-BA).  Daniela estará à frente da instituição de 2022 a 2024.

As eleições contaram com 104 urnas distribuídas no Centro de Convenções de Salvador. Participaram da disputa para o triênio 2022-2024 Ana Patrícia Dantas Leão (chapa “OAB de Coração”), atual vice-presidente que rompeu com seu grupo e se lançou como candidata; Daniela Borges (chapa “União pela Advocacia”), conselheira federal na OAB Nacional eleita na chapa de Fabrício Castro, que optou em não concorrer pela reeleição e a lançou na disputa; Dinailton Oliveira (chapa “OAB pra Valer”), ex-presidente da Ordem; e Ricardo Nogueira (chapa “Liberta OAB”).

O pleito também definiu  os cargos de presidente, vice-presidente, secretário-geral, secretário-geral adjunto, tesoureiro, diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados (CAAB), diretorias das Subseções no interior e membros do Conselho Seccional, do Conselho Federal.

 

Com Auxílio Brasil, governo Bolsonaro abandona 558 mil famílias que vivem na miséria

Tribunal de Contas da União (Foto: Fotos Públicas)

O programa atende 14,5 milhões de famílias, mas há 15,06 milhões de famílias que vivem em extrema pobreza no Brasil

247 – Ao repaginar o Bolsa Família com objetivos eleitoreiros, mudando o nome do programa para “Auxílio Brasil”, o governo Jair Bolsonaro deixou à própria sorte 558 mil famílias que vivem em situação de miséria no Brasil.

O Auxílio Brasil atende 14,5 milhões de famílias. Há no país, no entanto, 15,06 milhões de famílias que vivem em extrema pobreza. Ou seja, vivem com uma renda individual de até R$ 89 por mês.

Para piorar, o número de cidadãos abandonados pelo novo programa pode ser maior. Isto porque nas 558 mil citadas, apenas estão englobadas as famílias miseráveis, descontadas as pobres, que têm renda individual entre R$ 89,01 e R$ 178 por mês.

Os números apresentados constam no Cadastro Único (CadÚnico), do governo federal e foram coletados pelo UOL.

247

Planalto espera reprovação de Mendonça para o STF pela CCJ

Presidente da CCJ, Davi Alcolumbre também acredita que Mendonça será reprovado. Ministros do STF, porém, avaliam que o ex-AGU será aprovado com “sufoco”

247 – O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), após meses, resolveu pautar a sabatina do ex-AGU André Mendonça, indicado por Jair Bolsonaro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Ainda não há, no entanto, data definida.

Segundo Bela Megale, do jornal O Globo, o Palácio do Planalto nutre muita desconfiança em relação ao resultado da votação. Mendonça precisa de 41 votos para ser aprovado.

Nas contas de ministros do governo que acompanham de perto o assunto, o Senado está dividido com 50% dos votos a favor e 50% contra Mendonça.

Alcolumbre avalia que atualmente há 50 votos entre os 81 senadores para reprovar Mendonça. A aliados, porém, o senador admite que nada está garantido e que o resultado só será conhecido no dia da votação.

Entre os ministros do STF a expectativa é de que Mendonça será aprovado com “sufoco”, ou seja, com uma pequena margem de votos a seu favor.

247

Ex-ministro de Bolsonaro, general Santos Cruz anuncia ingresso no Podemos, partido de Moro

O general Santos Cruz pretende participar ativamente da campanha de Sergio Moro à presidência em 2022, mas não sabe se sairá candidato a algum cargo

247 – Ex-ministro do governo Bolsonaro, o general Carlos Alberto dos Santos Cruz vai oficializar nesta quinta-feira, 25, seu ingresso no Podemos, segundo reportagem do jornal O Globo. O general entra no mesmo partido do ex-ministro da Justiça de Bolsonaro e ex-juiz parcial da Lava Jato, Sergio Moro, de quem o militar organizou ativamente a pré-candidatura a presidente.

O Globo informou que Santos Cruz ainda não sabe se vai se candidatar a algum cargo, mas que existe a possibilidade de concorrer ao Senado ou à Câmara pelo Distrito Federal ou pelo Rio de Janeiro. “A decisão será tomada junto com o partido a partir dos cenários em 2022”, diz a reportagem.

Santos Cruz pretende participar ativamente da campanha de Moro à presidência em 2022. Segundo O Globo, ele “tem sido um dos mais entusiasmados no projeto da candidatura de Moro e tem mantido reuniões regulares com o ex-juiz e a presidente do Podemos, deputada Renata Abreu (SP)”.

Santos Cruz foi colega de Jair Bolsonaro da Academia Militar das Agulhas Negras e comandou a Secretaria de Governo do atual presidente.

“Santos Cruz não deve ser o único militar a apoiar Moro. Outros oficiais da reserva, que também estiveram ao lado de Bolsonaro, também têm buscado diálogo com com ex-juiz”, diz O Globo, a quem o general disse que vê “uma grande possibilidade de Sergio Moro se eleger”.

247



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia