WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom bahia

secom bahia

embasa


(74) 99106-4031

agosto 2021
D S T Q Q S S
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: 21/ago/2021 . 22:23

Doria diz que Brasil enfrenta sua maior ameaça desde 1964

“Nunca o Brasil esteve tão ameaçado desde o golpe de 64… toda semana o presidente da República ou um representante flerta com o autoritarismo, ameaçam o Supremo e as forças democráticas”, disse ele

Ele disse ainda que, na próxima segunda-feira, haverá um encontro da maioria dos governadores do país para discutir o que chamou de crise institucional.

Segundo Doria, será um encontro virtual de governadores, o maior desde 2019.

“Será uma encontro pela defesa do meio ambiente e da democracia, além do apoio ao STF e o rechaçamento a atos autoritários de setembro”, disse Doria a jornalistas na sede da Associação Brasileira de Imprensa, citando manifestações planejadas para o dia 7 de setembro.

Apenas três governadores ainda não confirmaram presença no encontro, disse Doria, que participa da organização da reunião juntamente com o governador do Piauí, Wellington Dias (PT).

Doria manifestou apoio ao ministro Alexandre de Moraes e ao STF, que são os “guardiões” da democracia e da Constituição.

“Nunca o Brasil esteve tão ameaçado desde o golpe de 64… toda semana o presidente da República ou um representante flerta com o autoritarismo, ameaçam o Supremo e as forças democráticas…”, disse.

“Deixo o apoio ao STF e aos ministros, ele é nossa garantia institucional da democracia e temos que proteger o STF”, concluiu.

Neste sábado, Bolsonaro disse que faz tudo “dentro das quatro linhas da Constituição”.

“Engraçado: quando entro numa ação no Senado, fundada no artigo 52 da Constituição, o mundo cai na minha cabeça. Quando uma pessoa, no inquérito do fim do mundo, me bota lá, ninguém fala nada. Não é revanche”, comentou o presidente em entrevista a jornalistas.

 

Aviões e soldados dos EUA chegam ao Mato Grosso do Sul para simular ‘cenário de guerra’

Avião da Força Aérea dos EUA aterrissa em Campo Grande (MS) (Foto: Silas Ismael/G1/Reprodução)

De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), as simulações e os exercícios ocorrerão até o dia 3 de setembro, com o uso de 30 aeronaves e 16 Unidades Aéreas e de Infantaria

Duas aeronaves da Força Aérea dos Estados Unidos aterrissaram em Campo Grande, neste sábado (21).  Segundo o G1, os aviões, do tipo C-17 Globemaster, transportaram dois helicópteros e soldados norte-americanos, que participarão do Exercício Conjunto Tápio 2021, que simulará cenário de guerra, em treinamentos.

De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), as simulações e os exercícios ocorrerão até o dia 3 de setembro, com o uso de 30 aeronaves e 16 Unidades Aéreas e de Infantaria.

O principal objetivo da FAB com os exercícios é realizar treinamentos para uma possível participação em missões de paz da ONU, “contribuindo para a ordem e a paz mundial e compromissos internacionais; garantindo a soberania, integridade territorial e defesa patrimonial; e provendo ajuda humanitária”.

247



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia