Ex-presidente Lula (Foto: Ricardo Stuckert)

Ex-presidente avalia se estará presente nas manifestações deste sábado, em postura diferente da de 29 de maio, quando a população saiu às ruas no primeiro dia dos atos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva avalia se irá participar das manifestações do próximo sábado (19) contra o governo de Jair Bolsonaro em todo o Brasil. A Frente Brasil Popular já prevê protestos em 500 cidades em todas as regiões do País. Ele disse a aliados que estuda se estará presente ou se manifestará pelas redes sociais, segundo a jornalista Bela Megale.

Caso vá, Lula estará adotando uma postura diferente da do dia 29 de maio, quando a população saiu às ruas pela primeira vez nessa leva de atos contra a condução da pandemia e em defesa de vacinas contra a Covid-19. Na ocasião, Lula não fez nenhuma declaração pública sobre as mobilizações.

“Dentro do PT, há lideranças que defendem a participação de Lula nos protestos e outras que veem sua presença ou apoio aos atos como um tiro no pé. Esta ala acredita que qualquer envolvimento do ex-presidente pode macular seu discurso crítico à atuação de Bolsonaro na condução da pandemia”, expõe a colunista.