Segundo o jornalista Miguel do Rosário, o grupo liderado por Guilherme Boulos e Juliano Medeiros cresce dentro do PSOL e defende unidade em torno da candidatura do ex-presidente Lula

O jornalista Miguel do Rosário, do portal O Cafezinho, destacou reportagem do Estado de S.Paulo, o grupo político liderado por Guilherme Boulos e por Juliano Medeiros no PSOL defende que a legenda apoie a candidatura do ex-presidente Lula. Por isso, o jornalista ressaltou que “a ala pró-Lula cresce dentro do PSOL”.

“Esse grupo hoje já possui hegemonia dentro do partido, e Boulos trabalha para ampliar essa tendência, com a filiação de militantes sem-teto em várias cidades”, afirma. “Boulos formou uma corrente no PSOL chamada Revolução Solidária, mais alinhada com essa linha de aproximação com o PT, que tem apoio da Primavera Socialista, a mesma de Juliano Medeiros e Ivan Valente”, ressaltou.

O jornalista destacou que “seria um erro achar, hoje, que o PSOL é uma legenda pequena, cujas decisões não afetarão o grande jogo político para 2022”. “Em 2020, foi o partido de esquerda que mais registrou crescimento nos legislativos municipais, uma tendência que vem se repetindo há várias eleições”, argumentou.

Miguel do Rosário, no entanto, lembrou que existem setores do PSOL que são contrários ao apoio à candidatura de Lula no primeiro turno. “Há o Movimento Esquerda Socialista (MES), ao qual pertence a deputada federal Samia Bonfim (SP)” e a ex-candidata à presidência Luciana Genro.

“O MES lançou a pré-candidatura do deputado federal Glauber Braga à presidência da República”, conclui o jornalista.