Diante da pandemia do novo coronavírus, os profissionais de saúde se mostraram destemidos, enfrentaram o desconhecido e não fugiram da batalha, é mais que justo que seu trabalho seja reconhecido, mas elogios e declarações em rede social ou na mídia, não enche barriga de ninguém.

Pensando assim, os senadores Marcos do Val (Podemos-ES) e  Randolfe Rodrigues (Rede- AP) apresentaram o projeto de Lei que dá direito a pensão especial aos profissionais da saúde de nível técnico e superior que tenha exercido atividade presencial durante a pandemia em hospitais ou unidades de saúde, de acordo com PL 2.031/2020.

Segundo consta no documento os profissionais abaixo listados poderão requisitar a pensão especial:

“Médicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, assistentes, técnicos, e entre outros, o requerimento pode ser feito a qualquer momento pelo o próprio profissional, comprovando a sua atuação durante a pandemia”.

Segundo Randolfe, a medida é um reconhecimento do Estado aos que atuam na linha de frente da crise e arriscam suas próprias vidas e de seus familiares.

“Estamos enfrentando uma verdadeira guerra contra a doença, e nada mais justo que os profissionais de saúde tenham tratamento semelhante ao dos ex-combatentes da Segunda Guerra Mundial, beneficiados com pensão especial pela Lei 8.059, de 1990”.

Fonte: Plantão