WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom bahia sesab bahia



(74) 99106-4031

novembro 2020
D S T Q Q S S
« out    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


Itiúba: Abimael de Piaus chega à Câmara

O Partido Republicanos (PR) de Itiúba, Ba, elegeu apenas um vereador. Trata-se de Abimael e Piaus, com 940 votos. Foi uma eleição muito estranha, com queixas várias, mas o povoado de Piaus ganhou um representante que lutou muito para chegar onde chegou. Uma pessoa traquila e merecedora. Com certeza fará um bom trabalho e dará assitência ao povo da beira do Açude Público de Jacurici. Parabéns Abimael. O povo de Itiúba de uma boca só, dizia: Se tem dois caras que merecem uma eleição são, Abimael de Piaus e Aroldo Pinto. Aroldo não se elegeu, pois foi muito perseguido pela prória coligação.

Ponto Novo: Dr. Thiago Gilleno testa positivo para Covid-19

Em vídeo publicado na manhã deste domingo (22) nas redes sociais, o prefeito eleito de Ponto Novo, Dr. Thiago Gilleno (PSD) informou que testou positivo para Covid-19.

Gilleno informou que se submeteu ao exame após apresentar sintomas neste final de semana. Ele está isolado, com sua esposa, Fabiane Azevedo, que também testou positivo.

A festa de comemoração, marcada para este domingo, às 16h na Praça Manoel Novaes, está mantida.

Presidente do TSE pede desculpas ‘a colegas e sociedade’ por atraso na apuração de domingo

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, pediu desculpas “aos colegas e à sociedade brasileira” pela falha que culminou no atraso da apuração dos votos nas eleições de domingo (15). Ele ponderou, no entanto, que o problema não interferiu na confiabilidade dos resultados apontados pelas urnas. 

“Eu peço desculpas aos colegas e à sociedade brasileira por essa dificuldade que enfrentamos, mas esclareço que não houve nenhum tipo de comprometimento para a fidedignidade do voto, para a fidelidade da manifestação da vontade popular”, disse o ministro, no início da sessão do TSE, na noite desta terça-feira (17).

Por causa de uma falha no sistema do tribunal, a totalização dos votos no domingo foi realizada cerca de duas horas e meia mais tarde do que o registrado nas eleições de 2018. O ministro reiterou que a demora não colocou em risco a segurança do processo de apuração dos resultados. “Houve um pequeno atraso que foi totalmente irrelevante para a fidelidade do resultado, que ao final foi divulgado.”

No domingo, Barroso afirmou que a lentidão na apuração dos votos neste ano foi provocada por uma falha na operação do sistema utilizado pelo TSE para a totalização dos votos, que não foi submetido a testes antes das eleições. Esta foi a primeira eleição em que o TSE centralizou a totalização em sistema do próprio tribunal. A totalização é o processo de soma dos votos e compilação dos dados de todas as urnas. O tribunal descarta uma mudança no procedimento para o segundo turno, marcado para 29 de novembro.

Apoio do PP em Conquista poderia ter definido vitória de Zé Raimundo no 1º turno, diz Rui

Ao comentar porque sua base aliada saiu com tantas candidaturas em municípios como Salvador, o governador Rui Costa (PT) ressaltou que faz parte do seu estilo democrático respeitar as escolhas dos partidos. Como exemplo, ele citou o caso de Vitória da Conquista, em que lembra ter pedido ao Progressistas, comandado pelo vice-governador João Leão, que ficasse de fora da disputa majoritária.

“Nós pedimos ao PP pra não ter candidato lá, o PP quis sair candidato. Ontem tivemos reunião com eles e eles anunciaram apoio nosso, mas tiveram três mil votos. Talvez, se eles estivessem conosco, a gente já tivesse liquidado a fatura no primeiro turno”, defendeu o governador em entrevista à imprensa nesta quarta-feira (18), após entregar novas moradias na comunidade Paraíso Azil, no bairro do Costa Azul.

Na cidade, o segundo turno será disputado por Zé Raimundo (PT), que ficou com 47,63%, e o atual prefeito Herzem Gusmão (MDB), que conquistou 45,89% dos votos. O candidato do PP, Romilson Filho, foi o quarto mais votado, opção de 1,76% dos eleitores.

Salvador é capital com mais adultos que consomem álcool pelo menos uma vez na semana

Em Salvador, 4 de cada 10 pessoas bebe pelo menos uma vez na semana . De todas as capitais brasileiras, a baiana tem a maior proporção de adultos que consumiam álcool com essa frequência. Aqui o índice é de 40,2%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2019, divulgada nesta quarta-feira (18).  Florianópolis, em Santa Catarina, tem o mesmo percentual.

Cerca de 26% dos adultos baianos reconhecem que ingerem álcool pelo menos uma vez por semana. O índice equivale a 2,977 milhões de pessoas. Já no Brasil são 26,4%.

Quando se observa os dados gerais dos estados, Rio Grande do Sul (34,0%), Mato Grosso do Sul (31,3%) e São Paulo (31,0%) lideram. Enquanto as menores proporções ficam com o Acre (12,6%), Amazonas (14,4%) e em Alagoas (16,0%). A Bahia (26,7%) ocupa a oitava posição.

Ao observar o gêneros, os dados revelam que o consumo de álcool pelo menos uma vez por semana é, em geral, bem maior entre os homens do que entre as mulheres. Na Bahia, 36,6% deles reconhecem a prática e 17,9% delas.

Apesar da diferença em relação ao sexo, Salvador tem, entre as capitais, a maior percentagem de mulheres que consomem álcool com a frequência pesquisada.

A capital baiana também estava entre as líderes no percentual de adultos que relataram consumo abusivo de álcool, indica o IBGE. Em 2019, 28,0% da população adulta de Salvador (640 mil pessoas) reconheceu ter ingerido cinco ou mais doses de bebida alcoólica, em uma única ocasião, nos 30 dias anteriores à entrevista da PNS.  Foi o segundo maior percentual entre as capitais, praticamente igual ao de Aracaju/SE (28,1%), que liderava nesse indicador.

O percentual de adultos com consumo abusivo de álcool era menor na Bahia como um todo (20,0%, representando 2,228 milhões de pessoas), mas, ainda assim, era uma proporção acima da média nacional (17,1%) e a sexta maior entre os estados.

Ao tempo que o consumo de álcool é elevado na Bahia e em Salvador, os percentuais de fumantes de cigarro estavam entre os mais baixos do país. Em 2019, 9,7% dos adultos baianos (1,081 milhão de pessoas) fumavam cigarro. Era o segundo menor percentual entre os estados, acima apenas de Sergipe (9,1%). A proporção de fumantes entre os adultos soteropolitanos era ainda menor: 7,1%, o que representava 162 mil pessoas.

Estudo de instituto dos EUA mostra que imunidade ao coronavírus pode durar anos

Os resultados de uma pesquisa do Instituto de Imunologia de La Jolla, nos Estados Unidos, sobre a imunidade e o novo coronavírus, identificou que os anticorpos contra a Covid-19 podem durar anos.

De acordo com reportagem do jornal The New York Times, os cientistas identificaram que mesmo passados oito meses desde a infecção, a maioria das pessoas que se recuperaram da Covid ainda têm células imunes suficientes para repelir o vírus e evitar a reinfecção.

O jornal ressalta que a pesquisa foi publicada online e os dados ainda não passaram por análises de outras entidades e cientistas, e nem foi publicada em uma revista científica. Mas ressalta que se trata do estudo mais abrangente e de longo alcance já feita sobre a memória imunológica ao coronavírus.

Shane Crotty é um dos virologistas no Instituto de Imunologia de La Jolla, e integrante do grupo que desenvolveu o estudo. Segundo ele, a memória imunológica é a responsável por evitar que a grande maioria das pessoas seja internada com doença grave durante muitos anos.

As reportagem ainda traz a informação de que os resultados do novo estudo acabam reforçando e compelmentando outros. Um exemplo é a pesquisa desenvolvida na Universidade de Washington, que identificou que certas células de “memória” produzidas depois de infecção pelo coronavírus persistem no corpo durante pelo menos três meses.

Outro exemplo citada na matéria, publicada pela Folha de S. Paulo, ressalta o estudo divulgado há alguns dias, que identificou que pessoas que se recuperaram da Covid-19 têm poderosas células imunes, protetoras e matadoras, mesmo quando não são detectados anticorpos.

OAB-BA lamenta morte de Jorge Lima; ex-presidente da Abat foi vítima de acidente

O advogado Jorge Lima foi identificado como a vítima do acidente com um carro que despencou de uma garagem no bairro da Graça, em Salvador. Ex-presidente da Associação dos Advogados Trabalhistas da Bahia (Abat), Lima foi ao edifício fazer um favor para um colega advogado. De acordo com testemunhas, ele acabou se confundindo com o veículo, que era um modelo automático. 

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA) lamentou o falecimento. “Defensor incansável dos direitos e garantias fundamentais, Jorge Lima honrou a todos os advogados e advogadas com sua atuação sempre firme, principalmente no campo do Direito do Trabalho”, disse a instituição, em nota.

Lima foi conselheiro da OAB-BA e, além de presidir a Abat, também representou a Bahia como vice-presidente Nordeste da Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas (Abrat).
“Para além da sua competência profissional e institucional, Jorge Lima era antes de tudo um amigo. Pessoa querida por todos, de um sendo de humor ímpar e um grande coração que, como verdadeiro advogado, reconhecia na dor do outro a sua dor. Certamente, ele é uma dessas figuras do mundo jurídico que deixará saudades não apenas nos fóruns e sessões de júri, mas principalmente nas rodas de conversas”, aponta a OAB.

O órgão desejou força a amigos e familiares de Jorge, “sempre com a certeza de que esse nobre advogado, apesar de ter nos deixado cedo demais, construiu em vida um legado que inspira a todos”.

“Jorge é um amigo que fará muita falta. Era um homem de Ordem que viveu para servir e nos deixa de maneira precoce e repentina nesse ano que não está sendo fácil. A tristeza por sua perda é muito grande e atinge não apenas a advocacia, mas todos aqueles que realmente acreditam no Estado Democrático, nos Direitos Humanos e na Justiça Social”, lamentou o presidente da OAB-BA, Fabrício Castro.

A Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba) também emitiu nota de pesar pelo falecimento. “Jorge foi aluno da Faculdade de Direito da UFBA e sempre foi incentivador de iniciativas em apoio ao fortalecimento da universidade pública. Como advogado se notabilizou como dirigente da OAB Bahia, da Associação Baiana de Advogados Trabalhistas (ABAT), instituição que presidiu, e por fim a ABRAT (Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas), onde representou a Bahia como Vice-presidente Nordeste. A Faculdade de Direito enlutada se solidariza com a família e colegas de classe”.

Polícia Federal deflagra operação contra crimes eleitorais no Rio

A Polícia Federal deflagrou hoje (12), no Rio de Janeiro, a Operação Sólon, contra uma organização criminosa suspeita de prática de lavagem de dinheiro relacionada a crimes eleitorais. Estão sendo cumpridos 12 mandados de busca e apreensão em residências, comitês de campanhas e empresas ligadas aos envolvidos. Participam da operação 85 Policiais Federais. Os mandados foram expedidos pela 16ª Zona Eleitoral. Não houve pedidos de prisão, já que a legislação eleitoral proíbe o cumprimento de mandados de prisão de candidatos a menos de 15 dias da eleição e de eleitores a menos de cinco dias do dia de votação, exceto em flagrante de delito. Segundo a corporação, integrantes de uma das maiores milícias do Rio estariam “almejando cargos no legislativo e no executivo, nas eleições de 2020, para retomar o poder que possuíam na zona oeste do município”.

De acordo com os Relatórios de Inteligência Financeira (Rifs) analisados pela Polícia Federal, foram verificadas movimentações financeiras atípicas em empresas ligadas aos investigados, com a possibilidade de os valores serem destinados a gastos de campanhas eleitorais. A operação foi batizada em homenagem a Sólon, estadista, legislador e poeta grego criador da Eclésia, a Assembléia Popular de Atenas, considerada o berço da democracia. Segundo a Polícia Federal, a ação visa “reafirmar o poder das instituições que garantem a higidez no processo democrático”, diante do “avanço da atuação das organizações criminosas no cenário político”. Está prevista uma entrevista coletiva na Superintendência da PF no Rio de Janeiro, às 11h, para dar mais detalhes sobre a operação.

Anvisa autoriza retomada de estudos clínicos com a CoronaVac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou hoje (11) a retomada do estudo clínico da vacina CoronaVac, uma das que estão em fase de testes no país, conduzidos pelo Instituto Butantan. A agência disse ter recebido do Butantan novas informações sobre o “evento adverso grave” (EAG) que levou a Anvisa a suspender os estudos na última segunda-feira (9). “Após avaliar os novos dados apresentados pelo patrocinador depois da suspensão do estudo, a Anvisa entende que tem subsídios suficientes para permitir a retomada da vacinação e segue acompanhando a investigação do desfecho do caso para que seja definida a possível relação de causalidade entre o EAG inesperado e a vacina”, informou a agência por meio de nota. No comunicado, a Anvisa voltou a defender a medida adotada na segunda-feira, que levou em consideração os dados que eram de conhecimento da agência até aquela data e que foram encaminhados ao órgão pelo Instituto Butantan.

Segundo a agência, a decisão se baseou em procedimentos previstos nos protocolos de Boas Práticas Clínicas para este tipo de pesquisa e teve como premissa o “princípio da precaução”, quando conhecimento científico não é capaz de afastar a possibilidade de dano. Ao justificar a suspensão dos testes, a Anvisa disse que faltavam informações detalhadas sobre a gravidade e as causas do evento, assim como o parecer com o posicionamento do Comitê Independente de Monitoramento de Segurança (Data and Safety Monitoring Board, na sigla em inglês) e o boletim de ocorrência relacionado à provável motivação do EAG e que recebeu ontem (10) esses dados do Butantan. Ontem, diferentes veículos de comunicação noticiaram que o evento adverso grave foi um óbito, por suicídio, não tendo ligação com a vacina. No entanto, em coletiva de imprensa ontem, o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres disse que a agência não havia recebido essa informação por canais oficiais.

Papa Francisco abençoa e parabeniza Joe Biden após vitória em eleições nos EUA

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, conversou com o papa Francisco nesta quinta-feira, e Biden agradeceu sua “bênção e felicitação”, disse a equipe de transição do democrata em um comunicado.

O Papa Francisco conversou com Joe Biden por telefone nesta quinta-feira (12) e desejou “bênçãos e parabéns” ao presidente eleito dos Estados Unidos por sua vitória, informou em nota a equipe de transição democrata.

O ex-vice-presidente, de 77 anos, é o segundo católico eleito para a Presidência dos Estados Unidos depois de John F. Kennedy, em 1960.

“O presidente eleito agradeceu à Sua Santidade por suas bênçãos e parabéns e destacou seu apreço pela liderança de Sua Santidade na promoção da paz, reconciliação e dos laços comuns da humanidade em todo o mundo”, de acordo com um informativo sobre a ligação divulgado pelo escritório de Biden.

Biden “expressou o desejo de trabalharem juntos com base na crença compartilhada na dignidade e na igualdade de toda a humanidade em questões como a atenção aos marginalizados e pobres, a gestão da crise climática, e a recepção e integração de imigrantes e refugiados nas nossas comunidades”.

Este ano, durante a tensa campanha contra o presidente Donald Trump, Biden citou o papa João Paulo II, invocou com frequência suas raízes católicas irlandesas e prometeu “restaurar a alma dos Estados Unidos”, após quatro anos de profundas divisões.

O presidente eleito costuma levar consigo um terço que pertenceu ao seu falecido filho, Beau Biden.

O próprio papa Francisco teve relações tensas com Trump. No começo de 2019, ele chamou o projeto de Trump de erguer um muro na fronteira com o México de “loucura”.

Em fevereiro de 2016, quando Trump tentava obter a indicação do Partido Republicano para a Casa Branca, o papa disse durante uma visita ao México que alguém que pensa em construir muros no lugar de pontes “não é cristão”.

Trump respondeu com uma declaração ríspida na ocasião, afirmando: “é uma vergonha um líder religioso questionar a fé de uma pessoa”.

Em 2015, o papa se reuniu com o então vice-presidente americano em Washington, quando discursou no Capitólio em sessão conjunta no Congresso.



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia