Líder da oposição diz que queda na aprovação de Neto se deve a obras de fachada

30 novembro, 2017 | Por: Editor

Em um ano e meio, o prefeito ACM Neto (DEM) perdeu, segundo pesquisa do Instituto Paraná, 16 pontos porcentuais no índice de aprovação do seu governo. Em junho de 2016 ele teve 86%. Em junho deste ano, 79,5%. E no levantamento divulgado nesta quarta-feira (29), o demista aparece com 70%. Se seus aliados minimizaram a queda nos números, seus opositores viram com bons olhos.

De acordo com o líder da oposição na Câmara Municipal, Zé Trindade (PSL), a queda na aprovação se deve à falta de trabalho consistente na capital baiana. “As pessoas aos poucos estão vendo que as obras feitas até agora são de fachada”, afirmou ao BNews.

Na pesquisa, contratada pela Record TV Itapoan, 25,9% dos pesquisados desaprovam a gestão do demista. 3,3% não souberam responder. Para 18% dos entrevistados, a administração do democrata é considerada ótima. 36,5% acham que é boa; 28,9% classificam como regular; 6,6% dizem que é ruim; 9% apontam como péssima; e 15% não souberam opinar.

Acostumado a disparar para imprensa notícias negativas sobre a gestão do prefeito, Trindade afirmou que pesquisa reflete a real percepção dos problemas da cidade. “A fila nos postos de saúde são imensas. As escolas estão há três anos sem fardamento. O transporte publico é deficitário e falido. Salvador é uma cidade abandonada”, exagera o vereador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *